Visitantes da Feirinha do Alto aprovam Cultura de Raiz Itinerante

Visitantes da Feirinha do Alto aprovam Cultura de Raiz Itinerante

O público cantou, dançou e aplaudiu as apresentações dos artistas populares no Encontro de Cultura de Raiz Itinerante. O evento movimentou a praça de alimentação da Feirinha do Alto na tarde ensolarada do último sábado, 17.

Com comando de Eliana Resende e do também músico Beto Selig, as atrações se revezaram no palco. Wanda Pinheiro, Paulo Medeiros e Roberto Santos, Vera Bocard e Irio Lima, entre outros, deram o seu recado, animando a tarde dos visitantes da Feirinha.

Repentes e músicas como ‘Admirável gado novo’ (Zé Ramalho), ‘De igual para igual’ (Matogrosso e Mathias), ‘Quando’ (Roberto Carlos), ‘Beijinho doce’ (João Alves dos Santos) e ‘Palavras de amor’ (Sérgio Reis), cantadas ao som de viola, acordeão e zabumba, entre outros instrumentos, animaram a tarde de turistas e moradores da cidade.

A iniciativa foi realizada pelas secretarias municipais de Trabalho, Emprego e Economia Solidária e de Cultura. “Sucesso absoluto. Trouxemos o evento para a praça pública a fim de valorizar ainda mais o artista local, em um ambiente turístico, como a Feirinha do Alto. Muito bonito repartir com a população esse cardápio cultural e, ao mesmo tempo, movimentar a Feirinha, gerar emprego e renda”, destacou o secretário de Trabalho, Marcus Vinicius Ramos (Marcão).

Quem subiu ao palco do Cultura de Raiz Itinerante aprovou a experiência. “Muitas pessoas com talento não têm chance de mostrar. E aqui é uma oportunidade de conhecer e reconhecer pessoas”, avaliou a repentista Wanda Pinheiro.

Acompanhado da esposa, Zenite dos Santos, e de um grupo de amigos, Roberto Santos também se apresentou. “É uma maneira de fazer com que a pessoa se desenvolva musicalmente. E de repente, são descobertos talentos que a gente não sabia que existem”, opinou Roberto.

Moradora no Rio de Janeiro, a veranista Claudia Ferreira frequenta Teresópolis há 30 anos e gostou da proposta do evento. “Ótima ideia fazer alguma coisa pelos artistas anônimos, pessoas que têm um talento imenso. É o lugar em que podem mostrar que sabem cantar, que sabem tocar”, enalteceu.

A expositora da praça de alimentação, Teresa Ribeiro, e o morador de Teresópolis, Hélio Cezar, gostaram do programa diferente. “Acho maravilhoso. Vale a pena trazer as raízes do povo brasileiro a um local como a Feirinha do Alto. Realmente, muito agradável”, comentou Teresa. “Muito boa a iniciativa, deveria ser semanal para alegrar a Feirinha”, pediu Hélio.

Além da edição mensal do Encontro de Cultura de Raiz, que acontece na Casa de Cultura Adolpho Bloch, em Araras, e das apresentações itinerantes do projeto, o secretário municipal de Cultura, Márcio de Paula, avalia a possibilidade de ampliar as apresentações.

“Em julho, durante a programação pelo aniversário da cidade, realizamos um Encontro de Cultura de Raiz experimental na Calçada da Fama, durante a Semana da Música, e agora fizemos esta edição itinerante na Feirinha do Alto. Eu acho que agradou. Vamos ver se conseguimos retomar um projeto anterior, o Cultura nos Bairros”, finalizou Márcio de Paula.

Atrações

Entre os artistas populares, se apresentaram no Encontro de Cultura de Raiz Itinerante na Feirinha do Alto: Raul de Oliveira; Geremias Cruz e Roberto Santos; Vera Bocard; Ivanil Rezende; Wanda Pinheiro com seus repentes; Félix do Forró (acompanhado da dançarina Maria Cecília) e Eraldo do acordeão; Zé Futrica; Julicão; Zé da Pipoca; Edson Rosa; Edmar Santos; Clotilde e seus netos; Crésio da Vila; Zé Rodrigues; Felipe Rodrigues e Robson; Paulo Medeiros e Irio Lima.

FOTOS: AscomPMT e Roberto Ferreira

Comente:

Fechar Menu
%d blogueiros gostam disto: