Teresópolis terá exposição sobre Imperatriz Teresa Cristina

Teresópolis terá exposição sobre Imperatriz Teresa Cristina

Secretário de Cultura, Márcio de Paula, visita Museu Imperial e busca parceria para exposição sobre a Imperatriz Teresa Cristina

Teresa Cristina Maria de Bourbon-Sicílias e Bragança (nome resumido). Nascida em Nápoles, em 14 de março de 1822 e falecida em Lisboa, de febre tifóide, no dia 28 de dezembro de 1889. Filha do Rei Francisco I, do Reino das Duas Sicílias. Imperatriz do Brasil, casada com Dom Pedro II por 46 anos. Discreta, caridosa, inteligente, amante da cultura. Quantos teresopolitanos sabem tudo isso?

“Resolvi vir aqui pedir ajuda para que a nossa cidade conheça mais as suas origens, principalmente o porquê do seu nome e quem foi Dona Teresa Cristina”, afirmou o Secretário de Cultura, Márcio de Paula.

A visita de Márcio tinha dois objetivos: viabilizar, com a ajuda do Museu Imperial (que é vinculado ao Governo Federal/Ministério da Cultura), a realização de uma exposição, em Teresópolis, sobre a Imperatriz Teresa Cristina, sua participação nos destinos do Império, sua vida com Dom Pedro, o “empréstimo” de seu nome à cidade; e também criar, em Teresópolis, uma unidade do Museu, dedicada à Imperatriz.

Diretor do Museu Imperial, em Petrópolis, o professor Maurício Vicente Ferreira Júnior, comentou que a proposta da exposição é de mais fácil execução. “Temos pinturas, objetos, litografias e também reproduções disso tudo que poderiam ser expostas em sua cidade. Talvez, com as reproduções, fosse mais viável, pois elas poderiam ser mudadas de local, em uma exposição itinerante por vários bairros de sua cidade”.

Maurício Vicente também sugeriu uma “campanha maciça junto aos estudantes” sobre a Imperatriz, com a “realização, além da exposição, de um concurso de monografias sobre ela, com prêmios, etc.”. E disse que o Museu Imperial poderia entrar com parte da comissão julgadora das monografias.

Também foi sugerida, durante a reunião, a colocação de “totens” em alguns bairros-chave de Teresópolis contando a história do Município e da Imperatriz que lhe deu o nome, quando a localidade deixou de ser a Freguesia de Santo Antônio do Paquequer e vinculada a Magé.  A data de inauguração da exposição — que também terá uma versão virtual, no site do Museu Imperial, e um link no site da Secretaria de Cultura de Teresópolis – será 14 de março, data de nascimento de Dona Teresa Cristina.

Ao final da reunião, o secretário Márcio de Paula e o professor Maurício Vicente se comprometeram a dar continuidade às atividades propostas, em especial à exposição. “Vou elaborar um projeto para a exposição, em breve, e enviar para a Secretaria de Cultura de Teresópolis avaliar e finalizá-lo incluindo suas ideias”, disse o diretor do Museu Imperial.

Fotos: Divulgação

Fechar Menu
Skip to content
%d blogueiros gostam disto: