Teresópolis intensifica conscientização sobre combate ao mosquito Aedes aegypti

PSF do Rosário prepara semana de visitas domiciliares

O combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya, depende sempre da atuação conjunta de poder público e população; se alguém deixar de fazer a sua parte, o mosquito prolifera. Ainda mais esse ano, em que o Ministério da Saúde anuncia a possibilidade do aumento de até 60% do número de casos dessas doenças em 11 estados, inclusive no Rio de Janeiro. A responsabilidade redobra com a circulação do sorotipo 2 da dengue, que aumenta o risco das formas mais graves da doença.

Como fez em 2019, a Secretaria Municipal de Saúde, através da Subsecretaria de Atenção Básica, volta a mobilizar os agentes comunitários de saúde lotados nos Postos de Saúde da Família (PSFs), os agentes de controle de endemias, da Divisão de Vigilância Ambiental em Saúde, e os funcionários de PSF e unidades básicas de saúde para intensificar a prevenção.

“Desde o ano passado realizamos ações de educação em saúde nos bairros, na cidade e no interior. O trabalho de campo será intensificado a partir da segunda-feira, dia 20. Bastam 10 minutos, por semana, para acabar com depósitos de água parada ou acúmulo de lixo, que são ambientes de procriação do Aedes”, orienta a subsecretária de Atenção Básica, Edneia Martuchelli.

Na próxima semana, entre os dias 20 e 24, equipes do PSF do Rosário farão visitas domiciliares em sua área de abrangência, orientando os moradores sobre como prevenir a ocorrência de focos do mosquito Aedes aegypti, com coleta de material para análise. As visitas acontecerão de 9h às 14h no Rosário, Perpétuo, Pimentel, São Pedro, Bairro dos Funcionários e São Pedro, entre outros.

“A proposta é abranger a cidade toda. Vamos trabalhar juntos e nos proteger contra as doenças transmitidas por esse inseto”, conclama o secretário de Saúde interino, Rodrigo Rebello.

Prevenção

  • Tampe tonéis e caixas d’água;
  • Mantenha as calhas sempre limpas;
  • Deixe garrafas sempre viradas com a boca para baixo;
  • Mantenha lixeiras bem tampadas;
  • Deixe ralos limpos e com aplicação de tela;
  • Limpe semanalmente ou preencha pratos de vasos de plantas com areia;
  • Limpe com escova ou bucha os potes de água para animais;
  • Retire água acumulada na área de serviço, atrás da máquina de lavar roupa.
  • Cubra e faça manutenção periódica de áreas de piscinas;
  • Limpe ralos e canaletas externas;
  • Atenção com bromélia, babosa e outras plantas que podem acumular água;
  • Deixe lonas usadas para cobrir objetos bem esticadas, para evitar formação de poças d’água.