Teresópolis em estado de alerta: Defesa Civil dá continuidade à vistorias e avaliações de risco

Teresópolis em estado de alerta: Defesa Civil dá continuidade à vistorias e avaliações de risco

A Secretaria Municipal de Defesa Civil, que instalou neste sábado, 16, um Centro de Comando e Controle para gerenciar todas as demandas, dá continuidade às vistorias técnicas e avaliações de risco por conta das últimas chuvas. O trabalho é auxiliado por dois técnicos do DRM-RJ (Departamento de Recursos Minerais – Serviço Geológico do Estado do Rio de Janeiro). 

Teresópolis permanece em estado de alerta, com equipes da Prefeitura mobilizadas, atendendo a convocação do prefeito Márcio Catão, na desobstrução de acessos e limpeza de ruas. Na zona urbana, esse trabalho é coordenado pela Secretaria de Serviços Públicos, e na área rural, pela Secretaria de Agricultura.

“Estamos no que se chama de desastre de evolução gradual, por conta da previsão da continuidade da chuva. A cada ocorrência os danos são contabilizados e analisados. Por isso montamos o Centro de Comando e Controle, na Defesa Civil, para gerenciar todas as necessidades em relação a desastres e, a partir daí, serão tomadas as providências pertinentes a cada caso”, destacou o secretário de Defesa Civil, coronel Roberto Silva.

De acordo com o órgão, até o momento foram interditadas uma ponte no bairro Caleme e a Rua Michel Rucker, na Granja Florestal. Foram registrados deslizamentos de terra nos bairrosAlbuquerque, Barra do Imbuí, Bom Retiro, Corta Vento, Dente de Ouro, Ermitage, Espanhol, Fischer, Fonte Santa, Granja Florestal, Meudon/Jacarandá, Parque do Imbuí, Pimenteiras, Posse, Prata, Quinta Lebrão, Três Córregos, Vale da Revolta, Vale Feliz e Vila Muqui. Quedas de árvores e problemas em muros também foram registrados e estão sendo verificados para emissão de laudos técnicos.

Segundo verificação de equipe da Secretaria Municipal de Agricultura, na zona rural do Município houve alagamentos, devido ao transbordamento dos rios, principalmente em áreas de produção nas localidades de Alegria, Bonsucesso, Imbiú, Prates, Providência, Santa Rosa,

Sebastiana, Três Córregos e Venda Nova. Também foram registrados deslizamentos de terra em via pública em Andradas, Cruzeiro, Mottas, Sebastiana e Vale Alpino. Todos os acessos verificados estão liberados.

As secretarias estaduais do Ambiente e de Obras enviaram equipamentos para liberação de vias públicas e a Secretaria Estadual de Saúde está liberando um kit de calamidade, para que fique disponível no Município caso haja necessidade de uso. Trata-se de uma série de medicamentos específicos para atender vítimas de desastras naturais, como antibióticos e analgésicos, sais de reidratação, ataduras e luvas, entre outros itens.

Equipes da Prefeitura estão percorrendo as áreas afetadas para levantamento de danos e prejuízos e avaliando a situação de Teresópolis após as chuvas que atingem a região desde a última sexta-feira, dia 15.

Como há previsão de continuidade da chuva para os próximos dias, a Prefeitura está deixando de prontidão equipes da Secretaria de Educação, no caso da necessidade de funcionamento de pontos de apoio ou abrigos emergenciais em escolas municipais. Também estão sendo acionados funcionários da Secretaria de Esportes para qualquer eventualidade, visto que o Ginásio Pedro Jahara, o Pedrão, poderá ser transformado em ponto de recebimento de doações.

Todas as ações de vistoria e avaliação de risco cabem à Defesa Civil, que pode ser acionada pelo telefone de emergência 199. Já o socorro fica por conta do Corpo de Bombeiros, cujo contato é feito pelo telefone de plantão 193.

Fechar Menu
Skip to content
%d blogueiros gostam disto: