Teresópolis é reconhecida pelo UNICEF pelo resultado do Programa Busca Ativa Escolar

Teresópolis recebeu reconhecimento público do UNICEF – Fundo das Nações Unidas para a Infância – pelo alcance das metas do Programa Busca Ativa Escolar, que visa identificar crianças e adolescentes de 4 a 17 anos fora da escola e criar as condições para que voltem aos bancos escolares. A premiação ocorreu nessa terça-feira (18) no Museu do Amanhã, no Rio de Janeiro, durante o Seminário Nacional do Programa Busca Ativa Escolar. Dos 39 municípios do Rio de Janeiro convidados a participar do programa, 26 aderiram ao Busca Ativa e apenas 11 receberam o reconhecimento.

Além da premiação, Teresópolis foi uma das três cidades convidadas para apresentar seu caso de sucesso para o público do seminário. Ao longo de menos de seis meses de implementação do projeto, o Município identificou que havia um alto índice de crianças e adolescentes fora da escola, em torno de 10%. Com as ferramentas e metodologia do Programa Busca Ativa e ações práticas realizadas, o Município pode comemorar o retorno de 300 crianças e adolescentes para a escola.

“É uma grande alegria conquistar esse reconhecimento em menos de seis meses de etapa prática. Esse resultado só foi possível pelo trabalho conjunto entre as secretarias de Educação, Saúde, Desenvolvimento Social, Cultura. Esportes e de Segurança, além da Vara da Infância e da Juventude e dos Conselhos Tutelares. Foi só o primeiro passo. Teresópolis tem um índice de evasão escolar baixo, de 0,8%, mas precisamos continuar trabalhando para que nenhuma criança esteja fora da escola. Como diz o slogan do Programa Busca Ativa: Fora da escola não pode!”, afirmou a Secretária de Educação, Rosana Mendes.

Segundo o Prefeito Vinicius Claussen, que acompanhou o evento, o combate à evasão escolar é fundamental para manter as crianças e os adolescentes longe da violência. “Parabenizo a Secretaria de Educação, que prontamente recebeu o programa, cumpriu as exigências e, em pouquíssimo tempo, alcançou esse excelente resultado”

Sobre o Programa Busca Ativa

O Busca Ativa Escolar foi desenvolvido pelo UNICEF, em parceria com a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), o Colegiado Nacional de Gestores Municipais de Assistência Social (Congemas) e o Instituto TIM. Após a implantação do Busca Ativa Escolar no município, cada secretaria, ou grupo, mantém um papel específico, que vai desde a identificação de uma criança ou adolescente fora da escola até a tomada das providências necessárias para a matrícula e a permanência do aluno ou aluna na escola.

Os diretores alimentam os dados dos alunos e o monitoramento de frequência é regular. Decorrido um ano, e não tendo sido constatado problema com a criança ou o adolescente (re)matriculado, o caso recebe o estado de Concluído. Caso seja verificada a evasão, o caso recebe o estado Fora da escola. Todo o processo pode ser feito pela internet e a ferramenta pode ser acessada em qualquer dispositivo, como computadores de mesa, computadores portáteis, tablets, celulares (SMS) e smartphones.

Fotos: Divulgação

Fechar Menu
Skip to content