Teresópolis contra Dengue, Chikungunya e Zika Vírus

Teresópolis contra Dengue, Chikungunya e Zika Vírus

SÁBADO TEM AÇÃO CONTRA NA GRANJA GUARANI

Haverá uma grande mobilização de combate ao mosquito Aedes aegypti na Granja Guarani neste sábado, dia 12, das 10h às 13h. Coordenado pelo Departamento de Higiene e Saúde Coletiva, através da Divisão de Vigilância em Saúde Ambiental, da Secretaria Municipal de Saúde, a ação reunirá agentes de combate a endemias e agentes comunitários de saúde lotados no posto de saúde do bairro.

Entre as atividades, estão vistorias de imóveis e orientação aos moradores sobre a importância de manter suas casas limpas, sem lixo e entulho que possam se tornar criadouros para o mosquito. O último bairro visitado foi a Fonte Santa, no dia 27 de fevereiro.

O Governo Municipal tem intensificado as ações de combate ao Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, febre chikungunya e zika vírus. Treinamento de equipes, aumento do número de visitas domiciliares e o auxílio de dois veículos, entregues recentemente pelo Governo do Estado, fazem parte desta intensificação.

Através da Secretaria Municipal de Saúde, o Governo de Teresópolis convoca toda a população a participar desta mobilização.

Denúncias sobre possíveis focos do mosquito Aedes aegypti e solicitação de vistoria podem ser feitos ao Setor de Controle de Zoonoses pelo telefone 2742-7272, segunda a sexta, das 8h às 17h. 

Notificações

Em 2016 existem 180 casos suspeitos de dengue notificados em Teresópolis, dos quais 16 estão confirmados laboratorialmente. Os bairros com incidência de casos autóctones são Barra do Imbuí, Fátima, Fischer, Fonte Santa, São Pedro e Várzea, na cidade, Mottas, e Volta do Pião, no interior.

Em relação ao chikungunya, foram registrados dois casos suspeitos, que estão sendo investigados. Há o registro de 13 casos de gestantes com exantema (erupção na pele), que encontram-se sob investigação de zika vírus. As notificações são informadas no FormSUS (Formulário de Notificação Individual), conforme os protocolos estabelecidos pelo Ministério da Saúde. As fichas de notificação seguem para a Divisão de Programas de Saúde para o acompanhamento da gestante. 

Treinamento

No dia 22 de fevereiro, os agentes de endemias da Divisão de Vigilância em Saúde Ambiental estiveram na Secretaria Municipal de Defesa Civil, na Ermitage, com o intuito de capacitar os agentes comunitários originalmente lotados nas Unidades de Proteção Comunitária de Defesa Civil, do Governo do Estado, e que foram cedidos para o Município.

Esse pessoal foi treinado para identificação de focos que venham a se tornar criadouros do vetor, no preenchimento dos formulários de notificação e controle, bem como na abordagem e orientação à população nos bairros e comunidades da área de abrangência das UPCs, que são Rosário e Perpétuo, Vale da Revolta, Barroso, Caxangá, Corta Vento, Coreia, Fonte Santa, Quinta Lebrão, Granja Florestal e Caleme.

– São 34 agentes, que vão atuar em situações de desastres naturais, caso ocorram, e também com a conscientização dos moradores com relação ao combate ao mosquito transmissor da dengue. A meta deles é visitar 50 domicílios por semana, repassando o resultado dessas vistorias para a Secretaria Municipal de Saúde -, explicou o Secretário de Defesa Civil, Coronel Ricardo Leal. 

Nas escolas

A equipe do Setor de Epidemiologia da Secretaria Municipal de Saúde, em parceria com a Secretaria de Educação, vem realizando palestras nas escolas municipais. O objetivo é esclarecer sobre a origem e os sintomas das doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti.
Paralelamente, as escolas estão introduzindo ao currículo o tema como ponto de partida dos estudos do bimestre e, posteriormente, acontecerão atividades de encerramento sobre o assunto.

Fechar Menu
%d blogueiros gostam disto: