Teresópolis aparece pela primeira vez no ranking ‘Melhores Cidades para Fazer Negócios’

Levantamento é feito pela Urban Systems para a Revista Exame

Pela primeira vez, Teresópolis é citada no ranking das 100 Melhores Cidades para Fazer Negócios. A ampliação da rede de fibra óptica e de conexões de ultra banda larga deram destaque ao município no indicador ‘Infraestrutura’, colocando a cidade na 65ª posição.

 O estudo é elaborado pela empresa de consultoria Urban Systems, com exclusividade para a Revista Exame, especializada em economia, negócios, política e tecnologia. Posteriormente, é divulgado de forma ampla para todos os atores, privados e públicos, envolvidos no desenvolvimento das cidades brasileiras. O levantamento é feito com base em indicadores sociodemográfico, econômico, de saúde, educação, financeiro, transporte e infraestrutura.

“Muito bom ver Teresópolis citada de forma positiva em um estudo tão sério quanto este. A colocação da cidade nesse ranking se deve a um trabalho  comprometido da iniciativa privada. Nossa Gestão vai continuar investindo na desburocratização de procedimentos para impulsionar o ambiente de negócios e também em ações de infraestrutura, de saúde e de educação, prioritariamente, para que o município suba no ranking também por iniciativas do poder público”, avaliou o Prefeito Vinicius Claussen.

 O ranking

A pesquisa pioneira se originou de um estudo inovador realizado pela Urban Systems e também publicado pela Revista Exame, em 2011, que apontou as principais microrregiões que seriam os novos vetores de desenvolvimento do Brasil.

A partir de 2014, a Urban Systems adaptou o estudo e a visão dos fenômenos, para avaliar todos os municípios com mais de 100 mil habitantes, para identificar as 100 Melhores Cidades para Fazer Negócios.

 O estudo é feito com base em levantamento de dados e indicadores das cidades analisadas e compreende a ponderação de cada informação em relação aos municípios analisados na pesquisa.

Já são seis publicações anuais realizadas, a última, publicada na edição 1195 da Revista Exame, em 2019.