Sistema informatizado aumenta faturamento, controle e informações, resultando em eficiência e economicidade na UPA Teresópolis

Com início de implantação em 15 de maio, o novo sistema informatizado de gerenciamento da Saúde no município começou pela UPA Teresópolis e já apresenta resultados positivos. Houve um aumento de 43% no faturamento logo no primeiro mês em vigor da nova medida.

 “O resultado obtido nesse curto período cobriu 63% do custo de implantação do novo sistema na UPA, comprovando a decisão acertada da Gestão Municipal em investir na modernização do gerenciamento de toda a rede. A iniciativa diminui custos para o município e aumenta os repasses federais, permitindo melhor atendimento à população”, avalia Antonio Vasconcellos, secretário de Saúde de Teresópolis.

 As informações obtidas com o novo sistema permitiram fazer modificações no atendimento da UPA, resultando na redução do tempo médio de espera na Unidade de Pronto Atendimento 24 Horas, de acordo com o protocolo de classificação de risco (Protocolo de Manchester). Esse tempo caiu para uma média de 40 minutos.

 A implantação do novo sistema informatizado de gerenciamento da Saúde é supervisionada pela Subsecretaria de Gestão e Planejamento Municipal de Saúde, que acompanha as ações da empresa contratada pela Prefeitura, por licitação.

 “A meta é que todos os pacientes atendidos na rede pública tenham os seus dados de consultas e exames disponíveis em um prontuário digital, que o médico poderá acessar de qualquer unidade pública. Isso vai permitir que as pessoas recebam um cuidado mais próximo de suas reais necessidades, e de forma mais rápida”, destaca o subsecretário Rodrigo Rebello.

 A instalação teve início pela UPA Teresópolis e seguirá, progressivamente, pela Central Municipal de Regulação, Central de Abastecimento Farmacêutico e Almoxarifado Central da Saúde, Unidades secundárias e Serviços de Pronto Atendimento, Unidades Básicas de Saúde, Postos de Saúde da Família e Vigilância em Saúde.

Fechar Menu
Skip to content