Segurança Pública Municipal intensifica fiscalização do trânsito através do WhatsApp

Segurança Pública Municipal intensifica fiscalização do trânsito através do WhatsApp

O número (21) 97560-1662 está disponível para os cidadãos denunciarem flagrantes de infrações

Mães e seus filhos portadores de deficiência destacam que a passeata será realizada no dia 17 de agosto no centro, com o objetivo de sensibilizar a respeito do tema.
Mães e seus filhos portadores de deficiência destacam que a passeata será realizada no dia 17 de agosto no centro, com o objetivo de sensibilizar a respeito do tema.

Para que os condutores de veículos tenham maior consciência e respeitem as leis de trânsito e as modificações realizadas nas principais vias da cidade, a Secretaria de Segurança Pública acaba de lançar um método de fiscalização eletrônico, por meio do WhatsApp. Pelo aplicativo, qualquer pessoa que observar uma infração, como, por exemplo, estacionamento em local proibido, poderá tirar uma foto e enviar para o WhatsApp (21) 97560-1662. Um importante assunto relacionado é o recebimento de denúncias sobre estacionamento irregular em vagas para deficientes físicos.

“Criamos mais uma forma para que possamos coibir o abuso que está ocorrendo por conta de alguns maus motoristas e motociclistas no centro da cidade, principalmente na Reta. Qualquer cidadão que flagrar um veículo mal estacionado ou trafegando pela ciclofaixa, parado em frente a garagens ou pontos de ônibus, poderá enviar pelo WhatsApp a foto do veículo e uma referência do local da infração que um guarda municipal irá imediatamente constatar a irregularidade e notificar o condutor, ou seja, ele será multado”, explicou o secretário de Segurança Pública, Antonio Carlos Costa Velho.

Costa Velho destacou que foi dado um prazo de 10 dias para que as pessoas se adequassem às novas regras. Ele ressaltou ainda o recebimento de denúncias sobre estacionamento irregular em vagas para deficientes físicos. “Eu tenho recebido diversas reclamações de mães que têm filhos portadores de deficiência e vamos, inclusive, ampliar o número de vagas para os portadores de necessidades especiais”.

Flávia Lopes, mãe de Guilherme, de 4 anos, falou a respeito as dificuldades que passa para se locomover com o filho. “Um dos maiores problemas que enfrentamos é o bloqueio das rampas de acesso, pois têm motoristas que estacionam ali e não tem como a gente passar com a cadeira de rodas. Além disso, pessoas que não têm autorização estão parando em nossas vagas”.

Michelle Oliveira está satisfeita com a atenção que a Segurança Pública Municipal tem dado à questão. “Esse diálogo com a Secretaria está sendo muito bom. O Costa Velho e a Renata de Paula estão dando grande apoio pra gente, fiscalizando mesmo a cidade para que as pessoas respeitem as vagas de deficientes porque infelizmente não é o que acontece”, frisou a técnica de enfermagem.

No dia 17 de agosto, será realizada uma passeata para conscientização sobre o assunto. “A manifestação começa às 15h, saindo da Praça Olímpica, e nós vamos percorrer até a Prefeitura. E vai ter Guarda Municipal nos apoiando, assim como a PM. Estamos preparando cartazes, faixas, camisas. Pensamos em fazer esse movimento para tentar sensibilizar a todos de que precisamos dessas vagas”, finalizou Michelle Oliveira.

Fotos: Ascom/PMT

Fechar Menu
Skip to content
%d blogueiros gostam disto: