Secretaria da Mulher amplia parcerias e fortalece a rede de proteção em Teresópolis durante a pandemia

You are currently viewing Secretaria da Mulher amplia parcerias e fortalece a  rede de proteção em Teresópolis durante a pandemia
Compartilhar:

Setor registra 2.474 atendimentos de março a novembro

Teresópolis, 3 de dezembro de 2020 – Mesmo com as restrições impostas pela pandemia do novo coronavírus, que reduziu temporariamente o expediente nas repartições públicas, a Secretaria Municipal dos Direitos da Mulher investiu no atendimento remoto, criou projeto, reforçou e ampliou parcerias para fortalecer a rede de proteção à mulher em Teresópolis. Com as ações, sempre acompanhadas pelo Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Mulher, a secretaria garantiu assistência especializada e registrou 2.474 atendimentos entre os meses de março e novembro.

Para garantir apoio especializado jurídico, social e psicológico ao seu público alvo, neste período a secretaria ofereceu atendimento on-line, por telefone, aplicativo, e-mail e em home office até a retomada do atendimento presencial, que voltou a ser prestado seguindo os protocolos de proteção determinados pelo Gabinete de Crise e as autoridades de saúde.

Parcerias e projetos

Foram articuladas ações de combate à violência contra a mulher com a equipe da ‘Patrulha Maria da Penha – Guardiões da Vida’, da Polícia Militar, e fortalecida parceria com a Universidade Estácio de Sá de Petrópolis para a oferta de um serviço de apoio terapêutico.

“Em novembro, encaminhamos 10 mulheres ao ‘Projeto de Acolhimento’ da Universidade, que tem supervisão da Turma de Psicologia do 8º e 9º períodos e que oferece assistência voltada às questões emocionais da mulher em tempos de pandemia”, relata Margareth Rosi, secretária dos Direitos da Mulher de Teresópolis.

Outra iniciativa acontece em conjunto com o grupo Artesãos da Estrada – Albuquerque. “Estamos em construção do ‘Projeto Artesã Solidária’, cedendo espaço para exposição e venda de produtos confeccionados por mulheres em vulnerabilidade atendidas pela Secretaria. Sete mulheres são beneficiadas no momento”, pontua Margareth Rosi.

De olho na saúde mental de sua clientela, a Secretaria dos Direitos da Mulher inovou na criação de um serviço especializado. “É o projeto ‘Mulheres de Teresópolis: escuta, acolhe e fortalece’, com atendimento psicológico por vídeo-chamada às mulheres que apresentem estresse, transtornos e fobias decorrentes das restrições impostas pela pandemia. É um olhar especial muito necessário neste momento que vivemos”, assinala a secretária.

Mais serviços

Ampliando o acolhimento às mulheres vítimas de violência doméstica ou de gênero, a Secretaria dos Direitos da Mulher mantém o NUAM – Núcleo de Atendimento à Mulher. Instalado na 110ª Delegacia Policial, no Alto, o setor funciona todos os dias, inclusive nos finais de semana e feriados, com acolhimento de assistentes sociais.

Existe ainda o NAM ITINERANTE – Núcleo de Atendimento à Mulher, também com acolhimento de assistente social, instalado no PSF do Meudon e já se deslocando para outra comunidade.

Para acolher mulheres que sofrem ameaças de morte foi firmado termo de convênio com abrigos especializados, em locais seguros para ela e os filhos durante um período de 2 anos.

Instalada no 2º piso do Centro Administrativo Municipal Manoel de Freitas (Avenida Lúcio Meira, 375, na Várzea), prédio do antigo Fórum, a Secretaria dos Direitos da Mulher funciona de segunda a sexta, de 9h às 18h. Informações sobre atendimento podem ser obtidas pelo telefone (21) 2742-1038.