Saúde da mulher: Prefeitura de Teresópolis custeia cirurgias de Endometriose e coloca em dia a fila pelo procedimento

You are currently viewing Saúde da mulher: Prefeitura de Teresópolis custeia cirurgias de Endometriose e coloca em dia a fila pelo procedimento
  • Post author:
  • Post published:23 de dezembro de 2020
  • Post category:Saúde
Compartilhar:

Teresópolis, 22 de dezembro de 2020 – Pensando na qualidade de vida das mulheres com Endometriose, a Gestão Municipal garantiu, com recursos próprios, neste ano de 2020, 25 cirurgias para corrigir o problema de saúde. O tratamento cirúrgico, que pode levar, em média, seis horas, é complexo e não consta na tabela do Ministério da Saúde, ou seja, não é custeado pelo SUS. Outras seis intervenções cirúrgicas de Endometriose estão agendadas para o início de 2021.\

O Prefeito Vinicius Claussen destacou a preocupação e o cuidado da gestão com a saúde das mulheres. “Desde que assumimos a gestão, uma das nossas preocupações na área da Saúde estava relacionada ao problema vivido pelas mulheres com Endometriose na cidade. Buscamos entendimento com o Hospital São José e chegamos a um valor que o município pode custear, dando assim mais qualidade de vida para as pacientes que sofriam com esse problema”, contou o Prefeito.

O secretário de Saúde, Antonio Vasconcellos, explicou que as pacientes eram encaminhadas para a Secretaria Estadual de Saúde que fazia o procedimento pelo estado. Então, a gestão buscou alternativa legal e com respaldo do Conselho de Saúde para solucionar a questão.

“Tínhamos pacientes em estágio bem avançado da doença, o que causava sangramentos diários, anemia, dores, entre outras complicações. Conseguimos aprovação do Conselho Municipal de Saúde para que o município custeasse as cirurgias, no valor de R$ 21.500 mil cada”, frisou o secretário, pontuando que se a paciente fizer o procedimento pelo particular o valor será de R$ 45 mil a R$ 60 mil.

A equipe para realização da cirurgia é composta por quatro médicos: ginecologista especialista, hematologista, cardiologista e clínico geral, além de outros profissionais que compõem o quadro para tal procedimento.

A Endometriose

A Endometriose acontece quando o endométrio, ou seja, o tecido que reveste a parede interna do útero, é eliminado durante a menstruação e passa a crescer fora da cavidade uterina, nos ovários, trompas, intestino, bexiga e até em outros espaços do organismo. Assim, esse endométrio, que, mensalmente, acumula-se dentro do abdômen provoca um processo inflamatório na pelve, podendo levar à aderência entre os órgãos dessa região. Mas, seu principal sintoma é a dor, principalmente pelo enrijecimento dos tecidos.

Atendimento médico

A mulher que estiver com sangramento constante, deve buscar atendimento com ginecologista, pois se a Endometriose for diagnosticada de forma precoce, existe tratamento medicamentoso. O procedimento cirúrgico é o recurso a ser usado em caso extremamente necessário. O ginecologista é o profissional que vai indicar o melhor tratamento.

Para agendar consulta com ginecologista da Rede Municipal de Saúde, é preciso ir ao posto de saúde mais próximo de casa e solicitar o agendamento, não sendo necessário encaminhamento de outro médico; ou comparecer ao Posto de Saúde da Várzea (CES), de segunda a sexta, das 8h às 16h, munida de carteira de identidade, cartão SUS e comprovante de residência.