Revelação do “samba pop”, Thais Macedo se apresenta na Casa de Cultura

Revelação do “samba pop”, Thais Macedo se apresenta na Casa de Cultura

Show acontece nesta sexta, 21, e apresenta a bela cantora nascida em Macaé, criada em Rio das Ostras e dona de uma voz ímpar, segundo os críticos

O nome do show é ‘Borogodó’ — expressão popular que define aquela pessoa que atrai as outras sem muito esforço.  Ou seja, a palavra serve como uma luva em Thais Macedo. Dona de um ímpar material vocal, capaz de transitar com maestria e destreza pelo samba e pelo choro, essa fluminense, nascida em Macaé e criada na cidade litorânea de Rio das Ostras — onde começou cantando em bares e restaurantes —, entra na roda embalada por mestres como Jacob do Bandolim, Ernesto Nazareth, Cartola, Candeia, Heitor dos Prazeres, Ismael Silva, Paulinho da Viola, Baden Powell, Paulo César Pinheiro e companhia ilimitada.

Desde o álbum de estreia, “O Dengo Que a Nega Tem”, em 2011, Thais tem se firmado como um dos grandes talentos da nova safra de cantoras brasileiras. O título fora inspirado em música homônima de Dorival Caymmi (1914-2008) e já traduzia com precisão toda a desenvoltura desta artista que vem trilhando um caminho seguro e luminoso no disputado cenário de nossa MPB.

“Graças a Deus que ela não é cool, não é cult, não é moderna, não é elitizada, nem nada. Quis o destino que a garota fosse sambista, com quadril, cabeleira, saltão, bocão, pra roda de samba nenhuma botar defeito”, definiu Milton Cunha no jornal O Dia, em matéria de 11 de agosto de 2015.

“Thais é uma singularidade. Para uma cantora com cinco anos de carreira, não é pouca coisa já ter arregimentado, por exemplo, uma legião de fãs que a acompanha a cada apresentação, seja no Rio de Janeiro, seja em tantas outras cidades de Norte a Sul do Brasil e até no exterior: no ano passado, ela apresentou seu “Borogodó” nas cidades francesas de Lille e Nice — em Lille, participando do Lille 3000, um dos mais importantes festivais de arte que agita a capital da Flandres francesa; e, em Nice, a bordo do Trem do Samba, projeto do cantor e compositor Marquinhos do Oswaldo Cruz, pela primeira vez na Europa”, informa o crítico Vagner Fernandes.

O show de Thais Macedo — com sua banda de quatro músicos e um convidado — começa às 20h e tem duração de 1h20min, com ingressos a R$ 20 (inteira) e R$ 10 (para estudantes e pessoas acima de 65 anos). O patrocínio de todo o projeto da cantora é da Petrobras.

A Casa de Cultura Adolpho Bloch fica na Praça Juscelino Kubitschek, s/nº, Araras, em frente à Igreja de Nossa Senhora de Fátima.

Text0 – Ney Reis
Foto/divulgação

Comente:

Fechar Menu
%d blogueiros gostam disto: