Qualidade e variedade da merenda escolar são defendidas em rede social

Pais de alunos e funcionários de creches e escolas fizeram postagens em rede social, nesta semana, defendendo a qualidade da merenda servida na rede municipal de Educação. Além de depoimentos foram postadas fotos, mostrando a variedade da alimentação escolar.

“Nas escolas de 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental, os alunos recebem suco com biscoito ou mingau assim que chegam para estudar. Depois, é servido almoço, de acordo com um cardápio balanceado com proteínas, carboidratos, legumes e hortaliças. Nas creches municipais, também é servido um jantar”, esclarece Rosana Mendes, secretária de Educação.

No caso do ovo, seja convencional ou caipira orgânico, o alimento costuma ser servido nas segundas-feiras. “Isso acontece porque, ao chegar nas escolas e creches na segunda-feira, as merendeiras tiram as carnes do freezer e não há tempo de descongelar para preparar e servir no mesmo dia”, explica a secretária Rosana Mendes.

Na rede social

A funcionária de uma creche municipal atesta a qualidade dos alimentos servidos. “Uma vez por semana tem ovo sim, mas nos outros dias tem carne, frango e fígado”, garantiu. Para comprovar o que relatou, ela postou a foto de vários pratos da merenda servida. Ela ainda justificou a quantidade dizendo que “tem pouca comida, pois são da turma do berçário, bebês com menos de um ano, e as crianças repetem à vontade”.

Em outra postagem, uma internauta confirma a informação dada pela secretária de Educação de que na escola onde a filha estuda o cardápio é variado durante a semana. 

*Imagens de postagens em rede social