A Prefeitura deu início nesta segunda-feira, dia 9, à instalação das novas luminárias de LED em trecho da Avenida Feliciano Sodré, na Reta. Além de mais econômico e de não ser poluente, o LED tem uma durabilidade muito superior às lâmpadas de vapor de sódio ou de mercúrio usadas atualmente. É o programa ‘TerêLED – Iluminação Pública pra Valer’, implementado pela Gestão Municipal para modernização do parque de iluminação pública de Teresópolis.

Nesta primeira remessa, o município adquiriu 6 mil modernas luminárias, através do sistema de registro de preços, e já está planejando a aquisição de mais 11 mil peças.

“Um dos grandes desafios de Teresópolis é modernizar a iluminação pública. Quando assumimos a Gestão, em 2018, 40% dos 17 mil pontos de luz do parque de iluminação estavam queimados. Ou seja: em torno de 6.800 lâmpadas estavam apagadas. As lâmpadas a vapor de sódio ou de mercúrio são uma tecnologia obsoleta, poluente e de pouca durabilidade, o que torna a manutenção insustentável pelas constantes trocas de peças. Por isso investimos na modernização do parque de iluminação pública”, destaca o Prefeito Vinicius Claussen.

Com durabilidade aproximada de 50 mil horas, o equivalente a 12 anos de vida útil, as luminárias de LED têm maior eficiência de iluminação do que o sistema existente.

“A instalação das novas luminárias começa pelas ruas principais, praças, parques, quadras esportivas e áreas de grande circulação da população. E vamos atender também o interior. Iniciamos a modernização instalando 6 mil luminárias e nossa meta é fechar esse ano próximo dos 17 mil pontos de luz. O LED é uma tecnologia moderna e eficiente, as luminárias têm 5 anos de garantia e geram 50% de economia no consumo de luz, o que vai reduzir em muito os custos de manutenção. Uma cidade bem iluminada está diretamente ligada à segurança de seus habitantes”, assinala o Prefeito.

Fotos: Di Pontes