Preparação para o mundo do trabalho: Prefeitura garante cerca de mil vagas para novos cursos profissionalizantes

Destinados a jovens em vulnerabilidade social, cursos serão financiados com recursos do Fundo de Assistência Social

Dando seguimento à preparação de mão de obra para o mundo do trabalho, a Prefeitura, através da Secretaria de Desenvolvimento Social e em parceria com a Secretaria de Trabalho, conquistou dois programas de cursos profissionalizantes. A meta é oferecer cerca de mil vagas para jovens em vulnerabilidade social, por meio do SENAC (Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial) e do Sistema Firjan SENAI (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial).

“A prioridade é qualificar a população desempregada que, por muitas vezes, não consegue se inserir no mercado de trabalho e gerar renda por falta de qualificação. E o segundo impacto desta iniciativa é a melhoria da qualidade dos serviços para Teresópolis de maneira geral, beneficiando toda a sociedade”, explicou o secretário de Desenvolvimento Social, Marcos Jaron.

Em reunião ordinária nesta quinta (4), o Conselho Municipal de Assistência Social (CMAS-TE) aprovou, por unanimidade, o uso de R$ 900 mil do Fundo Municipal de Assistência Social para bancar as capacitações. “É um recurso que será disponibilizado para a preparação de 600 pessoas em condições de vulnerabilidade social para o mercado de trabalho. É como o previsto pelo Acessuas Trabalho (Programa Nacional de Promoção do Acesso ao Mundo do Trabalho)”, relatou Margareth Rosi, presidente do CMAS-TE.

Ela se refere ao programa instituído pelo Conselho Nacional de Assistência Social, implementado em parceria com as Secretarias de Assistência Social dos municípios e DF. Estes se responsabilizam pela mobilização, encaminhamento e acompanhamento dos usuários em situação de vulnerabilidade ou risco social, para ações de inclusão produtiva no mundo do trabalho.

Nesta quarta (4), equipe do SENAC apresentou a sua proposta de cursos gratuitos, com 600 vagas, entre eles, de técnicas de manicure e pedicure, de maquiagem e de cabeleireiro, jardinagem, paisagismo e arranjos florais. “Nossa proposta de capacitação tem foco na empregabilidade, de acordo com a vocação do município”, comentou Pedro Teixeira, superintendente de operações do SENAC Rio. Em breve, será marcada a apresentação dos cursos e vagas que serão oferecidos pelo Sistema Firjan SENAI.

Segundo o secretário Marcos Jaron, será criada uma comissão para acompanhar os projetos. “É um ganho verdadeiro para a cidade, conquistado em parceria com a sociedade civil organizada. Prova de que a Gestão Municipal divide com a sociedade a responsabilidade da gestão dos recursos públicos”, concluiu Jaron.

Fechar Menu
Skip to content