Prefeitura, Unifeso, Alterdata e Sebraetec: Parque Tecnológico em andamento

Prefeitura, Unifeso, Alterdata e Sebraetec: Parque Tecnológico em andamento

Integrar Teresópolis ao Projeto Parque Tecnológico Região Serrana é o principal objetivo das reuniões que têm sido promovidas pela Secretaria Municipal de Ciência e Tecnologia com o UniFeso e a Alterdata.

O Parque Tecnológico foi criado em Petrópolis e, desde a sua fundação, é a Instituição responsável por várias inovações que vão ao encontro de necessidades que podem ser solucionadas pelo mundo digital. Naquela cidade, por exemplo, através do Parque Tecnológico houve a instalação em 2015 de um megacomputador em parceria com o Ministério de Ciência e Tecnologia. O investimento foi de R$ 60 milhões.

O potente equipamento possibilita notáveis avanços em pesquisas nas áreas de energia, engenharia, química, meio ambiente, meteorologia, ciências biológicas e, principalmente, nanotecnologia. O megacomputador está à disposição das empresas locais e regionais para pesquisas nas citadas áreas.

A Secretaria de Ciência e Tecnologia de Teresópolis tem recebido o apoio do Diretor Executivo da Alterdata Software, Ladmir Carvalho, nos contatos com a diretoria do Parque Tecnológico e, na próxima sexta-feira, acontece reunião naquela Empresa com Jonny Klemperer, Coordenador do Parque, e Elaine Andrade, Diretora do Centro de Ciências e Tecnologia do UniFeso:

– Uma ação integrada com muita energia, desprendimento, onde os parceiros estão sinceramente entusiasmados com a possibilidade de incluirmos Teresópolis em tão importante iniciativa. A Alterdata já participa do Parque e, por acreditar no atual Governo, assegura apoio e é estratégica nestes primeiros passos. O UniFeso será uma indispensável alavanca acadêmica para a nossa evolução – frisa José Renato de Miranda, Secretário Municipal de Ciência e Tecnologia.

Nova geração e redução de custos

Em específico com o UniFeso, também em recente reunião, ficou definido o suporte do novo Governo de Teresópolis para eventos e busca de financiamentos para projetos:

– Pela Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, teremos aqui a Jornada de Pesquisa e Iniciação Científica e a Feira de Ciência e Tecnologia, com a inclusão das escolas municipais de ensinos médio e fundamental – adianta a Diretora do CCT, Elaine Andrade.

Outra ação do Governo com o UniFeso é o apoio para liberação de financiamentos junto ao Ministério da Ciência e Tecnologia. Em breve, equipes do UniFeso apresentarão os projetos. Hoje, o UniFeso é responsável pelo software VigDengue, que faz o acompanhamento e vigilância dos casos notificados de dengue. É uma inovação pioneira no Brasil.

Em relação ao SebraeTec, houve encontro entre o Secretário de Ciência e Tecnologia, José Renato de Miranda, e a Coordenadora do SebraeTec, Anna Plassing. Após o detalhamento dos objetivos do Governo e compatibilização com serviços do SebraeTec, ficou previsto outro contato para desenvolvimento da parceria. Uma das possíveis ações em conjunto é a disseminação do programa para redução de custos com energia e outros desperdícios no dia a dia de uma empresa:

– O Governo botou o pé no acelerador da inovação, e assim será – assegura José Renato de Miranda.

Fotos: Marcelo Roza

Fechar Menu
%d blogueiros gostam disto: