Prefeitura firma parceria para reativar oficinas de artesanato dos Centros de Referência de Assistência Social

You are currently viewing Prefeitura firma parceria para reativar oficinas de artesanato dos Centros de Referência de Assistência Social
Fotos: Divulgação
Compartilhar:

A Prefeitura de Teresópolis, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social, firmou uma parceria com a Cervejaria Petrópolis, localizada em Serra do Capim, e receberá da empresa materiais que serão utilizados pelos artesãos nas oficinas dos Centros de Referência da Assistência Social (CRAS). São vidros, galões, fitilhos, garrafas pet, barbantes e muitos outros materiais que agora serão utilizados pelas oficinas de artesanato dos CRAS, para confecção de produtos que serão comercializados e vão gerar renda para pessoas em situação de vulnerabilidade social.

O secretário de Desenvolvimento Social, Valdeck Amaral, ressaltou a importância da reativação das oficinas que estavam paradas em virtude da pandemia causada pela Covid-19. “Vivemos um tempo de restauração e reestruturação do trabalho desenvolvido por nossas professoras de artesanato. Essa parceria com a cervejaria Petrópolis trará muitos benefícios às pessoas mais necessitadas. Dar uma cesta básica é bom, mas dar condições para que a pessoa possa comprar seu alimento é muito melhor”, declarou Valdeck.

Depois do processo de fabricação da cerveja, dos refrigerantes e energéticos, diversos materiais são deixados de lado visando o descarte, pois não têm mais utilidade para o fabricante, mas terá grande utilidade para a reciclagem nas oficinas de artesanato. Mauricio Carneiro, analista de meio ambiente do Grupo Petrópolis, ressaltou que “o Termo de Colaboração que será firmado, trará benefícios para a Prefeitura e para a empresa, porém, quem mais ganha com essa parceria é a população de Teresópolis”.

Estiveram presentes na visita a subsecretária de Desenvolvimento Social, Iracema Toledo, as coordenadoras de CRAS Tereza Alvarez e Marcia Carvalho, a coordenadora do Artesanato professora Silvana Teixeira, a coordenadora do CREAS (Centro de Referência Especializado de Assistência Social), Karla Nogueira, e os analistas ambientais Mauricio Carneiro e Aurélio Granito.

Fotos: Divulgação