Prefeitura empossa 292 professores aprovados no concurso do Magistério Municipal

You are currently viewing Prefeitura empossa 292 professores aprovados no concurso do Magistério Municipal
Prefeito Vinicius Claussen e secretária de Educação Satiele Santos na posse dos 292 professores
Compartilhar:

O Prefeito Vinicius Claussen, a secretária municipal de Educação, Satiele Santos, e equipe da Secretaria Municipal de Administração empossaram e nomearam nesta quinta-feira, 1º de julho, 292 professores em solenidade no centro de convenções do SESC Alpina. Posse e nomeação aconteceram depois de 10 anos sem concurso público para contratação de professores para a Rede Municipal de Ensino. A cerimônia contou com palestra virtual do filósofo e escritor Luiz Felipe Pondé, que falou sobre o tema ‘Educação transformadora, Educação no século 21’.

“Superando muitos desafios e fazendo o dever de casa, a Gestão Municipal criou condições para realizar o concurso público depois de 10 anos. Os professores chegam no momento de retorno gradativo, responsável e seguro das atividades presenciais, previsto para o dia 2 de agosto, e que acontece após um ano e meio de pandemia e de aulas remotas. Investimos na estrutura da Educação que, para mim, é a principal ferramenta de transformação social. Dou boas-vindas aos novos professores e desejo sucesso à secretária Satiele Santos e toda a equipe da Secretaria de Educação. É Teresópolis superando os desafios e se preparando para crescer muito”, assinalou o Prefeito Vinicius Claussen.

De acordo com a secretária municipal de Educação, todos os professores foram alocados nas unidades escolares. “Os educadores tomam posse para assumir imediatamente e suprir algumas carências de nossa rede de ensino. Afinal, são 10 anos sem concurso público. Vimos construindo sonhos e metas para a nossa Educação. São muitos os desafios e hoje os professores ingressam nesse time, que trabalha com a construção coletiva para o sucesso da Educação pública municipal de Teresópolis”, destacou Satiele Santos.

Com prova objetiva realizada em fevereiro e resultado final divulgado em maio, o concurso público para provimento de 301 vagas e cadastro de reserva para o Magistério Municipal teve 15.399 candidatos inscritos, dos quais 5.885 não compareceram, totalizando 38,22% de faltosos.

Sonhos e expectativas

Aprovadas no primeiro concurso público em que se inscreveram, as teresopolitanas Maria Eduarda da Graça Canto, 23 anos, e Bárbara Carreiro, 22 anos, estão empolgadas. “A Educação é um trabalho coletivo entre família, escola e comunidade. Acredito na Educação como ferramenta transformadora, ainda mais trabalhando em uma escola do interior”, disse Maria Eduarda, que vai dar aula na Educação Infantil na Escola Municipal Francisco Maria Dállia, em Bonsucesso, no 3º Distrito. “Pretendo crescer na Educação para acrescentar na vida dos alunos e ajudar cada vez mais pessoas nessa área”, concluiu Bárbara, alocada para turma de Educação Infantil na Escola Municipal Pernalonga, no bairro de São Pedro.

Experiência e mudança de ares

Segundo a Secretaria Municipal de Educação, grande parte dos aprovados no concurso público vem de outros municípios. Entre eles, está Alexandre Henrique dos Santos Monteiro, professor há 14 anos em Duque de Caxias e que tomou posse para lecionar Língua Portuguesa na Escola Municipal Helena de Paula Tavares, em Araras. “Pretendo morar em Teresópolis e por isso fiz o concurso público. Gostei da escola, a cidade parece bem aprazível e acredito que vai dar tudo certo”, comentou.

Também professora de Língua Portuguesa, e com 12 anos de profissão, Carla Patrícia Vasconcelos Seixas está de mudança do Rio de Janeiro para Teresópolis. “Eu me sinto transformada pela Educação a cada ano e espero contribuir com a transformação dos meus alunos”, disse ela, que foi alocada no Centro Educacional Beatriz Silva, na Barra do Imbuí.

Com 13 anos de sala de aula, Luciana Soares vem de São Gonçalo para morar em Teresópolis e dará aula no Centro Municipal de Educação Infantil da Várzea. “Quero ser a melhor professora para os meus alunos e espero corresponder às expectativas deles. Estou ansiosa para começar”.

Do Rio de Janeiro, a professora Ana Carolina Assis mora em Teresópolis há 2 anos e vai trabalhar na Creche Municipal Começando a Viver, na Granja Guarani. Com 17 anos de profissão, ela está ansiosa para começar a trabalhar. “Vou me dedicar para que, com o meu trabalho, as crianças tenham o melhor desempenho. Vou me empenhar para mudar esse quadro negativo por conta da pandemia e que, de uma forma geral, está defasando a Educação”.

Fotos: Bruno Nepomuceno