Prefeito Mario Tricano recebe representantes da Avit

Prefeito Mario Tricano recebe representantes da Avit
Prefeito Mario Tricano conversa com representantes da Avit sobre as questões relacionadas à entrega dos apartamentos construídos pelo governo do estado na Fazenda Ermitage.

Prefeito solicitou audiência com governador Pezão para tratar da entrega dos apartamentos às vítimas da tragédia de 2011

Prefeito Mario Tricano conversa com representantes da Avit sobre as questões relacionadas à entrega dos apartamentos construídos pelo governo do estado na Fazenda Ermitage.
Prefeito Mario Tricano conversa com representantes da Avit sobre as questões relacionadas à entrega dos apartamentos construídos pelo governo do estado na Fazenda Ermitage.

O Prefeito Mario Tricano, acompanhado do secretário de Governo, Carlos Dias, recebeu, nesta segunda, 7, representantes do colegiado da Avit (Associação das Vítimas das Chuvas de Teresópolis). O Prefeito informou ao grupo que aguarda agendamento de audiência que solicitou com o governador Luiz Fernando Pezão para tratar do assunto e que levará à reunião representantes da Avit. 

Uma das mais atuantes na luta pelos direitos das vítimas é Laura Fermiano, que também perdeu sua casa em 2011. “Eu saio daqui bem esperançosa. Nós sabemos que não é só o estado que passa por precariedade financeira, mas o nosso município também. O que precisamos é do apoio do Prefeito, da sua força política e isso ele nos ofereceu. Esse apoio é muito importante”. 

A Presidente da Avit, Lucineia da Silva, também fez um balanço positivo sobre a reunião com o prefeito: “Conversamos com ele sobre as pessoas que estão para receber os apartamentos e sobre o atraso no pagamento do Aluguel Social por parte do estado. O Prefeito se comprometeu a nos levar até o Rio para conversarmos com o governador para ver o que pode ser feito para amenizar o sofrimento do pessoal”, comentou Lucineia da Silva. 

A proposta do colegiado da Avit para que as pessoas possam morar no condomínio Fazenda Ermitage o mais rápido possível é que seja implantado um sistema de rotatória na rodovia BR-116, com instalação de redutores de velocidade e de passarelas, como explica o advogado da associação. 

“A nossa ideia seria fazer um sistema de rotatória. Assim, fecharia a parte central da rodovia, em frente ao condomínio e o trafego passaria pelas laterais da BR. Seria necessária a instalação de tapumes nesta parte central para evitar que as pessoas atravessem ali. Além disso, liberação do túnel que já foi construído e a colocação de redutores de velocidade e de passarelas”, explicou André Veloso, pontuando que essa seria uma solução provisória, pois é fundamental a construção do viaduto no local. 

Fotos: Ascom/PMT

Comente:

Fechar Menu
%d blogueiros gostam disto: