Pesquisa do Inventário da Oferta Turística

Pesquisa do Inventário da Oferta Turística
Secretário de Turismo Elias Martins com Eduardo Vilela, do Núcleo de Projetos da Faculdade de Turismo e Hotelaria da UFF: Teresópolis receberá a equipe do IOT-RJ nesta terça-feira

Inventário da Oferta Turística na Região da Serra Verde Imperial:
pesquisa de campo começa dia 17 em Teresópolis 

Na próxima terça-feira, 17/05, terá início uma pesquisa de campo na Região da Serra Verde Imperial, uma das fases do projeto Inventário da Oferta Turística (IOT-RJ) da Secretaria de Estado de Turismo. A iniciativa integra o Programa Nacional do Desenvolvimento do Turismo (PRODETUR), financiado pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). O trabalho começará por Teresópolis.

O secretário municipal de Turismo, Elias Martins, recebeu nesta semana a visita do professor Eduardo Vilela, vice-coordenador do Núcleo de Projetos da Faculdade de Turismo e Hotelaria da UFF – Universidade Federal Fluminense.  “Ele comunicou que a partir da próxima terça estará com uma equipe na cidade, visitando toda a rede de hotelaria e gastronomia”, relatou Elias Martins.

Durante 15 dias, professores e alunos integrantes do projeto irão visitar e inventariar toda a oferta turística de Cachoeiras de Macacu, Nova Friburgo, Petrópolis e Teresópolis, municípios da Região da Serra Verde Imperial contemplados no projeto. Serão catalogados aproximadamente 2000 lugares. Segundo Carlos Alberto Lidizia, professor da Faculdade de Turismo e Hotelaria da UFF e coordenador Geral do Projeto, esta é uma excelente oportunidade para promover a região.

A pesquisa

Com um contingente de 20 pesquisadores, a equipe será formada por alunos do curso de Tecnologia em Turismo do CEFET-RJ (Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca) dos polos de Nova Friburgo e Petrópolis, e coordenada por um professor e um pesquisador sênior da mesma instituição. Toda a pesquisa será realizada por meio de um moderno sistema digital com o uso de tablets. Este processo é pioneiro no Brasil quando se trata do uso desta tecnologia em projetos completos de oferta turística.

A Região da Serra Verde Imperial é a quarta a receber as pesquisas de campo do IOT-RJ. No momento, as pesquisas também estão em andamento nas regiões das Agulhas Negras e do Vale do Café, além de já terem sido encerradas na Região Metropolitana do Rio de Janeiro nos primeiros meses do ano. De acordo com a professora Claudia Moraes, coordenadora técnica do IOT-RJ no Estado, “o projeto se encontra em uma fase crucial, pois várias regiões estão sendo inventariadas ao mesmo tempo e isso acaba gerando uma grande demanda para a equipe técnica do projeto”.

Foto: Divulgação/Sectur
Legenda: Secretário de Turismo Elias Martins com Eduardo Vilela, do Núcleo de Projetos da Faculdade de Turismo e Hotelaria da UFF: Teresópolis receberá a equipe do IOT-RJ nesta terça-feira

Fechar Menu
Skip to content
%d blogueiros gostam disto: