Parque Tecnológico da Região Serrana aprova estatuto e formaliza diretoria

Teresópolis fará parte do pólo com o programa InovaTerê

O secretário municipal de Trabalho, Emprego e Economia Solidária, Vinicius Oberg, representou a Prefeitura de Teresópolis na solenidade de formalização do SerraTec – Parque Tecnológico da Região Serrana – como instituição sem fins lucrativos. Reunindo autoridades, empresários e convidados, o evento aconteceu nesta quarta-feira (12), no Laboratório Nacional de Computação Científica, em Petrópolis.

Com a formalização, o SerraTec poderá dinamizar uma série de ações do setor tecnológico. O objetivo é unificar as iniciativas nas áreas de tecnologia e de inovação das três cidades serranas, Petrópolis, Teresópolis e Nova Friburgo, incentivando o desenvolvimento econômico e sustentável regional. Também foram formatados a Diretoria Executiva, o Conselho Fiscal e o Conselho Consultivo, composto por empresários e representantes do segmento.

“Lançado em março pela Prefeitura e o Unifeso (Centro Universitário Serra dos Órgãos), o Programa InovaTerê será parceiro do SerraTec. Nosso programa foi criado para desenvolver a cultura da inovação e do empreendedorismo, visando novos negócios e empregos no município”, explicou Vinicius Oberg.

Juntas, as três cidades contam com cerca de 160 empresas trabalhando na produção de software, de novas tecnologias, em projetos de inovação e com pesquisa e desenvolvimento, e empregam mais de 3 mil funcionários.

Criado em 1998 com o nome de Tecnópolis e instalado em Petrópolis, o Parque Tecnológico Região Serrana tem como principal objetivo criar condições para instalação de empresas de tecnologia da informação, gerando um ambiente de futuro e inovação e, consequentemente, empregos e renda.

Fotos: Divulgação

Fechar Menu
Skip to content