Orquestra “Jovem Da Grota” emociona público na abertura da temporada 2016 do “Música Na Matriz”

Orquestra “Jovem Da Grota” emociona público na abertura da temporada 2016 do “Música Na Matriz”
Temporada 2016 do ‘Música na Matriz’ começa com belíssima apresentação da Orquestra Jovem da Grota, de Niterói

Músicos da Orquestra ‘Jovem da Grota’ tocaram para um público emocionado clássicos de Vivaldi na abertura da temporada 2016 do projeto ‘Música na Matriz’, no último domingo, 6, na igreja de Santa Teresa. Canções de John Lennon e Paul McCartney e de John Ryan´s também estiveram no repertório, entre outros. Solos de flauta doce, violino e de violoncelo encantaram a plateia.

O secretário de Cultura e de Turismo, Elias Martins, e a subsecretária de Cultura, Cléo Jordão, assistiram ao espetáculo.

– Estamos iniciando o ano com a orquestra ‘Jovem da Grota’ e estamos preparando uma programação muito especial para 2016, principalmente em julho, quando Teresópolis comemora 125 anos – destacou Elias Martins.

Sob a regência do maestro Wagner Gadelha, a orquestra tocou ‘Júpiter’, de Gustav Holst, e os Concertos: Sol Maior, de Tomaso Albinoni; Ré Maior e Tempesta di Mare, com solo de flauta doce, de Vivaldi; Dó Maior, com solo de violoncelo; e em Si Menor, de Oskar Rieding, com solo de violino. ‘When I´m sixty-four’ (Quando eu estiver com 64), de John Lennon e Paul McCartney e ‘Polka’, de John Ryan´s encerraram a bela apresentação dos Jovens da Grota.

– Eu adoro música clássica e a maioria dos concertos do ‘Música na Matriz’ é erudito. Além disso, são projetos que envolvem jovens. Tiram a juventude de situações complicadas e coloca em um caminho legal, da música, de sonhos. Por isso, estou sempre aqui – comentou a esteticista Mel Braga. 

Resgate social através da música

A Orquestra Jovem da Grota foi criada em 1995, a partir do trabalho voluntário de músicos e educadores que queriam oferecer a jovens e crianças da Grota do Surucucu, em Niterói, por meio da formação musical, uma oportunidade de desenvolvimento humano e social. O talento e a dedicação dos jovens transformaram o projeto social em um trabalho musical de valor reconhecido.

Hoje com cerca de 500 alunos de flauta, violino, viola, violoncelo, flauta transversa e percussão, os músicos da orquestra encantam plateias pela precisão com que executam as peças e pela irreverência com que combinam a música clássica com instrumentos modernos de percussão e cordas, em releituras empolgantes de clássicos da MPB.  

‘Música na Matriz’

Criado há 22 anos, o projeto ‘Música na Matriz’, desenvolvido pela Prefeitura, através da Secretaria de Cultura, conta com apresentações de março a dezembro, sempre no primeiro domingo de cada mês, às 16h, na Matriz de Santa Teresa, na Praça Balthasar da Silveira, no Centro. Em abril, excepcionalmente, a edição do projeto acontecerá no segundo domingo do mês, dia 10. 

Fotos: Marcelo Roza

Fechar Menu
Skip to content
%d blogueiros gostam disto: