Nota de Esclarecimento

Nota de Esclarecimento

Sobre a postagem em nossa página no Facebook com a imagem da UPA vazia no último dia 11/7, às 17h45, a Prefeitura da Cidade de Teresópolis esclarece que:

  • Em nenhum momento, afirmamos que os problemas da UPA haviam sido totalmente solucionados.
  • A Secretaria de Saúde explica que, até o dia 04 de junho, o tempo de espera médio na UPA era de 3h30min. Hoje, o tempo de espera está abaixo de 1 hora, chegando a 1h15min em horário de pico.
  • A Secretaria informa que o atendimento diário continua sendo de 350 a 400 pacientes, ou seja, o número de pessoas que procuram a UPA diariamente não foi alterado.
  • Com a postagem em questão, nosso objetivo foi mostrar que, por conta da redução no tempo de espera dos pacientes, há momentos em que a sala de espera da UPA fica de fato praticamente vazia o que não acontecia antes das mudanças introduzidas pela nova gestão.
  • A foto em questão, tirada pela própria equipe da Secretaria de Saúde, retratava justamente essa redução no tempo de espera.
  • O que possibilitou uma sensível melhora na agilidade do atendimento foi a nova metodologia de triagem adotada pela nova gestão.
  • Um dos motivos da diminuição do tempo de espera pelos pacientes é o maior número de profissionais que passaram a atuar na recepção da Unidade para fazer uma primeira triagem e observar a real necessidade dos pacientes que estão aguardando o atendimento.
  • A Unidade de Pronto Atendimento foi criada para receber pacientes que precisam de atendimento médico de urgência. Agora, com o novo sistema de triagem implantado, o paciente que chega à UPA é prontamente identificado pelos profissionais que estão atendendo na recepção. Caso ele seja um caso de urgência, recebe prioridade. Caso contrário, é feito o encaminhamento correto para as unidades e postos de saúde do município.
  • No mês de junho, cerca de 11 mil pessoas foram atendidas na UPA Teresópolis. Desse total, apenas 930 pacientes realmente precisaram de atendimento de urgência que incluiu medicação, internação ou transferência para os hospitais de apoio.
  • Os demais pacientes atendidos na UPA em junho – mais de 10 mil pessoas – foram em busca de consultas ambulatoriais o que fez com que a Unidade ficasse sobrecarregada. Este problema persistiu até a implantação da nova metodologia de triagem e encaminhamento.
  • Atualmente, a UPA Teresópolis possui três grandes especialidades: pediatria, trauma ortopédico e clínica médica. Entretanto, de acordo com a Secretaria de Saúde, a UPA ainda hoje é procurada por pacientes a procura de atendimentos relacionados à reumatologia, oftalmologia, cardiologia, entre outras especialidades que não são solucionados na Unidade.
  • Por fim, cabe esclarecer que a postagem da UPA sem pacientes na recepção não representa, que os pacientes não estão sendo atendidos. A foto representa a agilidade no atendimento à população que busca atendimento médico. Como foi pontuado, a procura diária pelos serviços oferecidos na UPA continua a mesma. Entretanto, pela primeira vez, a população está sendo orientada de uma maneira correta onde deve procurar atendimento para a necessidade apresentada.
  • A Prefeitura buscará cada vez mais aperfeiçoar e melhorar o atendimento de saúde não só na UPA como em todas as unidades de saúde do município.
Fechar Menu
Skip to content
%d blogueiros gostam disto: