Moradores da Granja Guarani agradecem as ações de prevenção do Governo Municipal

Moradores da Granja Guarani agradecem as ações de prevenção do Governo Municipal
Depois do faxinaço, moradores da Granja Guarani recebem a visita de agentes municipais no combate à dengue, chikungunya e zica vírus

Depois de um faxinaço realizado por 50 trabalhadores municipais, moradores da Granja Guarani ganharam mais um beneficio da Prefeitura, neste sábado, 13. Dando continuidade às ações de conscientização e sensibilização, o Departamento de Higiene e Saúde Coletiva, através da Divisão de Vigilância em Saúde Ambiental, da Secretaria Municipal de Saúde, reuniu 20 agentes de combate a endemias e comunitários de saúde do PSF do bairro para uma grande ação contra o mosquito Aedes aegypti.

Entre as atividades do sábado, vistorias de imóveis, orientação e esclarecimentos aos moradores sobre a importância de manter limpas suas casas, sem água parada, lixo e entulho que possam se tornar criadouros para o mosquito. Além disso, o Setor de Zoonoses da Secretaria aproveitou a ocasião e atendeu também cães e gatos da região com a vacinação antirrábica.

A mobilização, que contou ao todo com 20 agentes de Saúde, Defesa Civil e comunitários do PSF, teve também a aprovação e a colaboração dos moradores que abriram suas casas para as equipes. “O trabalho de vocês é importantíssimo para alertar e ajudar as pessoas a não dar chance para o mosquito nascer. A orientação e o acompanhamento desse trabalho pelos agentes são fundamentais para a segurança de todos. Nossa responsabilidade é cuidar do ambiente onde vivemos e tentar evitar a praga”, ressaltou o cuidador de idosos, Gelson de Almeida. 

Dona Diva Calheiros também concorda e aprovou a ação “Estamos vendo tanta coisa horrorosa na televisão como essas doenças que provocam sérios danos à saúde da população e agora às crianças com microcefalia, é muito triste. Precisamos fazer o possível e os agentes de saúde nos lembram disso a toda hora”, comentou a aposentada.

Deolinda Cardinot também agradeceu a ajuda do governo municipal. “Fico mais segura quando os agentes vêm a minha casa para ver se está tudo bem. Faço o que posso, mas a presença deles nos deixa mais confiantes. Eu só agradeço a inspeção no bairro”, declarou a dona de casa.

Responsável pela ação, o coordenador da Vigilância Ambiental da Secretaria de Saúde, Rodrigo Couto, avisa que as ações integradas de combate ao mosquito e de vacinação de animais vão acontecer ainda em outros bairros do município. “Além das ações de rotina, a meta é visitar um bairro a cada 15 dias, a partir do mês de março, para intensificar as ações de esclarecimentos, inclusive com vistorias domiciliares. Já estivemos na Fonte Santa e agora aqui, na Pedreira e Granja Guarani. O próximo bairro já está sendo definido e em breve divulgaremos”, explicou Rodrigo.

Satisfeitos, primeiro com o mutirão de limpeza feito pelos funcionários das secretarias de Obras, de Serviços Públicos e de Agricultura, e agora com a ação de combate à dengue, chikungunya e zika vírus, os moradores da Granja Guarani agradeceram ao Governo Municipal, através de um ofício enviado pela AMAGG (Associação dos Moradores e Amigos da Granja Guarani).

– O presidente desta Associação, no desempenhar de suas funções, vem agradecer ao Secretário de Serviços Públicos, Carlos Teixeira, pelo cumprimento das ações de limpeza e tapa-buracos realizados no bairro da Granja Guarani. Apesar do orçamento apertado, as equipes fizeram um ótimo serviço, digno dos nossos elogios – assinado Armindo Gonçalves Coelho, presidente da AMAGG.

A Prefeitura tem intensificado as ações de combate ao Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, febre chikungunya e zika vírus. Treinamento de equipes, aumento do número de visitas domiciliares e o auxílio de dois veículos, entregues recentemente pelo Governo do Estado, fazem parte desta intensificação.

Através da Secretaria Municipal de Saúde, o Governo de Teresópolis convoca toda a população a participar desta mobilização. Denúncias sobre possíveis focos do mosquito Aedes aegypti e solicitação de vistoria podem ser feitos ao Setor de Controle de Zoonoses pelo telefone 2742-7272, segunda a sexta, das 8h às 17h. 

Como evitar a dengue:

Segundo dados da Secretaria Estadual de Saúde, o ciclo de vida do mosquito da dengue, do ovo até a fase adulta, leva de 7 a 10 dias. Se a verificação e eliminação dos criadouros forem realizadas uma vez por semana, é possível interromper o ciclo e evitar o nascimento de novos mosquitos. O número de casos de dengue em 2012 deve ser elevado com a chegada do vírus 4, pois a maioria dos brasileiros não têm defesa contra esse tipo de vírus.

Como se prevenir:

– Mantenha bem tampados tonéis e barris d’água
– Mantenha a caixa d’água bem fechada. Coloque também uma tela no ladrão da caixa d’água
– Encha de areia até a borda os pratos das plantas ou lave-os semanalmente com escova
– Troque a água dos vasos de plantas aquáticas e lave-os com escova, água e sabão, uma vez por semana
– Remova folhas, galhos e tudo que possa impedir a água de correr pelas calhas
– Vire todas as garrafas com a boca para baixo, evitando que acumule água dentro delas
– Lave por dentro, com escova e sabão, os utensílios usados para guardar água em casa
– Não deixe água acumulada sobre a laje
– Feche bem o saco de lixo e deixe-o fora do alcance de animais
– Coloque no lixo todo objeto não utilizado que possa acumular água
– Lave semanalmente por dentro os tanques utilizados para armazenar água
– Coloque o lixo em sacos plásticos e mantenha a lixeira bem fechada

Texto: Gisele Barreto
Fotos: Francisco Vicente Vaz

Fechar Menu
Skip to content
%d blogueiros gostam disto: