Inscrições para Residência em Software do Serratec terminam no próximo domingo, 31

Inscrições para Residência em Software do Serratec terminam no próximo domingo, 31
Compartilhar:

Capacitação tecnológica por imersão é gratuita

Terminam no próximo domingo, 31, as inscrições para o processo seletivo para o primeiro semestre de 2021 do programa de Residência em TIC/Software do Serratec – Parque Tecnológico da Região Serrana. As inscrições devem ser feitas através do site da organização (http://serratec.org/residencia-de-software/) e serão disponibilizadas 74 vagas para Teresópolis, 74 vagas para Petrópolis e 35 vagas para Nova Friburgo, totalizando 183 vagas. O curso gratuito de imersão tecnológica conta com a parceria da Prefeitura de Teresópolis, por meio da Secretaria de Ciência e Tecnologia.

A capacitação é voltada à qualificação profissional de programadores, que une teoria e prática e dura quatro meses e meio. Um dos objetivos da Residência é ajudar a suprir a demanda por profissionais de TI das empresas da região e fomentar a atração de novos empreendimentos de tecnologia para as cidades serranas.

Para o primeiro semestre de 2021 serão abertas 183 vagas para a região. A previsão é que no segundo semestre o desenho se repita, tendo, ao final deste ano, 370 novos devs – termo usado para se referir aos profissionais de programação – atuando no mercado de TI na região.

Até o momento foram feitas 737 inscrições para o polo Teresópolis. O processo seletivo é formado por etapas que vão desde provas online, passando por entrevistas e dinâmicas de grupo. As aulas terão início em março e encerram em julho, com uma maratona de programação.

Requisitos para inscrição

É preciso ter o Ensino Médio concluído, ser maior de 16 anos, ter disponibilidade de aprender e estudar mais de oito horas por dia e, preferencialmente, morar em um dos três municípios serranos ou em pequenas cidades vizinhas a eles, em um raio de 30 km. E não precisa ter conhecimento prévio em tecnologia.

Ao final, o aluno ainda pode conseguir emprego em uma das empresas parceiras do programa. É uma espécie de passaporte para um dos mercados que mais cresce no mundo, o de tecnologia. Por conta da pandemia da Covid-19, será realizado em formato online, com aulas ao vivo, seguindo o modelo já operado em 2020. De acordo com o edital do programa, mulheres, pessoas com deficiência, pessoas negras e quem estudou em escola pública são públicos prioritários.

Capacitando para o mercado

Desde 2019, o Serratec, que tem o Prefeito Vinicius Claussen como integrante do Conselho Consultivo, já capacitou 177 pessoas de diferentes faixas etárias, com níveis educacionais variados e oriundos de distintas áreas de conhecimento, entregando diversidade e profissionais multidisciplinares ao mercado de TI da região. Outro diferencial da Residência é que, além do conhecimento técnico adquirido, os alunos têm a oportunidade de aprofundar e desenvolver soft skills, que são habilidades comportamentais e competências interpessoais.

O índice acumulado de contratação por parte das empresas parceiras do Programa, em 2019 e 2020, é de 65%. Essas empresas adotam os residentes, que ingressam no curso através de um processo seletivo, e investem em sua formação no período.