Hemonúcleo intensifica conscientização pelo Dia Nacional do Doador Voluntário de Sangue

Hemonúcleo intensifica conscientização pelo Dia Nacional do Doador Voluntário de Sangue

Hemocentros de todo o Brasil comemoram nesta sexta-feira, 25 de novembro, o Dia Nacional do Doador de Sangue. Diversas ações são realizadas em homenagem às pessoas que dedicam um pouco do seu tempo e contribuem para salvar vidas.

Em Teresópolis, homenageando a data, o Hemonúcleo intensificou, via internet, a campanha de doação voluntária de sangue. Com a unidade enfeitada, quem compareceu para a coleta ganhou balas, bombons e lembrancinhas confeccionadas pelos próprios funcionários do posto.

De São Jose do Vale do Rio Preto, as técnicas de enfermagem, Andréa Rodrigues, Neusa Quintas e Maria Cleonice de Souza vieram à Teresópolis para doar sangue. “Como profissionais da área de Saúde, temos a consciência da necessidade desse ato para salvar vidas. Às vezes a gente precisa de sangue para um paciente que está necessitando e nem sempre consegue o número suficiente de bolsas”, relatou Andréa.

Outro doador que fez questão de participar da campanha foi o estudante de Medicina, Adriel Pereira. “Esta é minha primeira vez e a partir de hoje vou doar sempre que puder, porque sei o que significa isso para quem está no leito de um hospital”, declarou o jovem.

Inaugurado em 2000, o Hemonúcleo é responsável pelo fornecimento de sangue para o próprio município e também para São José do Vale do Rio Preto, Guapimirim e Cachoeiras de Macacu. Tem capacidade para coletar até 25 bolsas por manhã e na parte da tarde, são feitos o fracionamento e a armazenagem do material, que segue para o HemoRio (Instituto Estadual de Hematologia Arthur de Siqueira Cavalcanti) para testagem sorológica.  

O Banco de Sangue funciona na Rua Francisco Sá, 299, na Várzea, e a doação pode se feita das 8h às 12h. Para doar, é necessário estar bem alimentado, mas não ter ingerido alimentos ricos em gordura, possuir boa saúde e idade entre 16 e 67 anos.

A doação voluntária de sangue é reconhecida como um ato de solidariedade importante. 

Texto: Gisele Barreto
Fotos: Jorge Maravilha

Fechar Menu
Skip to content
%d blogueiros gostam disto: