‘Emprega Terê’: 15 permissionários de food trucks recebem orientações sobre manuseio de alimentos e uso do espaço público

Boas práticas de manuseio de alimentos, uso do espaço público, normas de condutas e obrigações foram alguns dos assuntos abordados em curso realizado nesta terça-feira, 10, na Prefeitura, com os primeiros 15 titulares e auxiliares de food trucks legalizados para exercer o comércio. Eles já trabalhavam nas ruas e a legalização da atividade é realizada de acordo com a Lei Municipal 3.399/2015, seguindo as alterações previstas na Lei Municipal 3.815/2019.

“O curso é obrigatório para a emissão do termo de permissão de uso e do alvará para funcionamento dos food trucks. Esses são os primeiros 15 permissionários legalizados. A Gestão Municipal está adequando esses profissionais às orientações legais, para que trabalhem com tranquilidade, garantam o sustento de suas famílias e prestem atendimento ao público dentro das normas vigentes ”, destacou Fabiano Latini, secretário municipal de Fazenda.

Essa é mais uma ação do Programa ‘Emprega Terê’, lançado pela Gestão Municipal no final de outubro do ano passado e que abrange várias medidas para geração de empregos e renda em Teresópolis.

As normas de assepsia, manipulação, procedência e qualidade dos alimentos foram orientadas pelas agentes sanitárias Renata Varella e Patrícia Guarilha, da Divisão de Vigilância Sanitária/Secretaria de Saúde. O fiscal fazendário Pedro Tosetti, da Secretaria de Fazenda, esclareceu as obrigações e responsabilidades para o funcionamento da atividade conforme previsto em lei.

“Receber esse suporte do poder público é muito importante, pois trabalhar legalizado dá segurança pra gente. A equipe da fiscalização fazendária e de posturas nos acolhe com nossas demandas e nos orienta. Os fiscais estão de parabéns”, opinou Cleiverson Braga de Andrade. Ele trabalha com food truck há 6 anos, no bairro do Alto. “Essas orientações que recebemos são de suma importância para o nosso dia a dia. Isso faz falta quando se trabalha na rua”, acrescentou Marcilene Canto Raposo, que atua com food truck há 9 anos, no bairro de São Pedro.

Foto: AscomPMT