Educação em Teresópolis: O desafio da reestruturação para a manutenção da qualidade de ensino

Educação em Teresópolis: O desafio da reestruturação para a manutenção da qualidade de ensino

Merenda, transporte, economia com pessoal e reuniões pedagógicas estão entre as soluções 

Completando 30 dias do início do ano letivo, a nova gestão da Secretaria Municipal de Educação trabalhou com medidas para realizar uma reestruturação na Rede visando o equilíbrio das contas. 

Secretária de Educação Eveline Cardoso: atitudes para manter a qualidade do ensino na rede municipal
Secretária de Educação Eveline Cardoso: atitudes para manter a qualidade do ensino na rede municipal.

Em pouco tempo houve a reorganização do quadro de pessoal com a redução de gastos com pagamento de horas extras; a garantia da merenda para os cerca de 23 mil alunos da Rede, com rigoroso controle de combate ao desperdício de recursos públicos; a recuperação dos veículos da frota escolar para transporte de estudantes e professores; a realização de reuniões pedagógicas com as equipes técnicas das escolas; as parcerias para a continuidade de projetos; o levantamento da situação dos prédios escolares para a realização de obras emergenciais. 

As medidas seguem as diretrizes do atual Governo, de colocar em prática as ações necessárias para reconduzir o município à normalidade administrativa e financeira, garantindo o atendimento às necessidades da população. 

Redução de custo com hora extra

Uma das primeiras ações de economia foi a reorganização do pessoal dos setores administrativos lotados na Secretaria de Educação e também nas escolas, com redução significativa dos gastos com pagamento de hora extra. 

– Em dezembro, cerca de 800 profissionais faziam hora extra em toda a rede. Realizamos uma readequação de funcionários, de acordo com o quantitativo de alunos, e em fevereiro esse número caiu para 600 pessoas -, explica a Secretária de Educação, professora Eveline Cardoso. 

Merenda com rígido controle

Para melhor controle da merenda escolar, a Educação está implantando um rigoroso sistema de acompanhamento de consumo por aluno, junto com a empresa prestadora do serviço e a direção das escolas. 

– Estamos colocando em prática um novo formato de controle, para garantir uma merenda de qualidade e sem desperdício de recursos. Teremos um balanço com os resultados em abril. Também estamos mudando alguns itens servidos, proporcionando um cardápio mais saudável e nutritivo -, esclarece a Secretária de Educação. 

Frota volta a funcionar

Ainda segundo a Secretária de Educação, para recuperar os veículos da frota escolar foram buscadas parcerias com empresários da cidade, devido à crise financeira enfrentada pelo Município. “Grande parte dos carros não estava funcionando, mas empresas parceiras colaboraram com o Governo”. 

A Secretaria de Educação conta com 12 veículos próprios, que transportam 90 professores para 24 escolas rurais, e outros seis para atender alunos da Educação Especial. 

– Em relação à frota terceirizada, o contrato foi renovado para atender os alunos residentes em localidades de difícil acesso na zona rural -, relata a Secretária. 

São 29 veículos terceirizados, que transportam em torno de 3.200 alunos em 50 rotas no interior do Município. 

Já os estudantes das escolas municipais da zona urbana têm passagem gratuita no transporte público, garantido por lei municipal. 

Manutenção das escolas

Com o caos nas contas públicas, arrecadação insuficiente para compra de materiais e sem equipamentos suficientes, as Secretarias de Educação, de Obras e de Serviços Públicos vêm realizando um esforço conjunto pela manutenção dos prédios escolares. 

– Encontramos as escolas necessitando de vários reparos, mas devido às dificuldades financeiras, estamos investindo nas ações emergenciais -, diz a professora Eveline. 

Para o retorno dos estudantes, equipe da Secretaria de Serviços Públicos garantiu a limpeza geral dos espaços. Já o pessoal da Secretaria de Obras está percorrendo todas as unidades e listando os reparos emergenciais que devem ser executados. 

Capacitação e parcerias

A Secretaria de Educação deu início a reuniões periódicas com as equipes diretivas das escolas, para dar suporte pedagógico e administrativo e manter a qualidade do ensino. Foram firmadas parcerias com os Conselhos Tutelares e a Vara da Infância e da Juventude, a fim de melhorar o atendimento às famílias em risco social e evitar problemas, como evasão escolar. 

Também foram fechadas parcerias para garantir a participação de Teresópolis em dois importantes projetos que capacitam professores e estimulam o processo ensino-aprendizagem de forma criativa: a ‘Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro’, do Ministério da Educação, e ‘Tim faz Ciência’, iniciativa do Instituto TIM, ligado à operadora de telefonia celular de mesmo nome. Além da continuidade com o PNAIC (Pacto Nacional de Alfabetização na Idade Certa). 

Foto: Ascom/PMT

Fechar Menu
%d blogueiros gostam disto: