‘Edificando o Controle Interno’: Teresópolis ocupa 1º lugar regional e 7º estadual em projeto do Ministério Público

A Controladoria Geral de Teresópolis ficou em 1º lugar na Região Serrana e em 7ª colocação no ranking estadual de avaliação do projeto ‘Edificando o Controle Interno’, realizado pelo Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) nos 92 municípios fluminenses. O objetivo é promover a transparência e o controle social e orientar os gestores para a adoção de boas práticas de controle interno.

No ranking regional, Teresópolis obteve nota 6,93, ficando em 1º lugar dentro de sua região, que teve média de 4,8. Com a nota obtida, o município ficou na 7ª colocação na classificação geral.

Lançado em 2017, o projeto é executado pelo Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Justiça de Tutela Coletiva de Defesa da Cidadania do MPRJ e avalia, com base em formulário digital respondido pelos municípios, e que é monitorado periodicamente pelo Ministério Público, a atuação dos órgãos de controle interno. São analisadas questões relativas à transparência, controle interno, auditoria, integridade, estrutura e desenvolvimento.

“Essa avaliação mostra que a Gestão Municipal vem realizando um trabalho rigoroso e eficiente de auditoria interna para a melhor execução das políticas públicas, comprometido com as boas práticas de transparência, em benefício da população”, avalia Yára da Rocha Medeiros, secretária de Controle Interno, agradecendo o empenho da sua equipe.

A Secretaria Municipal de Controle Interno exerce o controle de toda a gestão municipal, por meio de mecanismos que visam à garantia da aplicação dos recursos públicos em conformidade com os bons princípios da administração pública e com a legislação vigente. É de responsabilidade do Controle Interno examinar as demonstrações contábeis, orçamentárias e financeiras, qualquer que seja o objetivo, inclusive notas explicativas e relatórios. Atua em conjunto com todas as unidades gestoras na busca de soluções de viabilidade técnica para a implantação das ações e programas definidos pelo Plano Plurianual e a Lei Orçamentária.