Economia e melhor uso do dinheiro público: Prefeitura de Teresópolis adota sistema de pregão eletrônico

Aumentar a concorrência nas licitações, reduzir os preços nas compras do Executivo e gerar mais economia aos cofres públicos são os objetivos do Decreto Municipal 5.334/2020, que regulamenta o pregão presencial e eletrônico para a aquisição de bens e serviços pela administração pública municipal. Assinado pelo Prefeito Vinicius Claussen, o decreto foi publicado em edição do Diário Oficial Eletrônico nesta quarta-feira, 15 de julho.

“Adotar uma ferramenta integrada com plataformas do Governo Federal, que vai atingir fornecedores de todo território nacional via internet, facilitando a participação dos interessados e evitando o desperdício de recursos é um compromisso e um marco da gestão pública. A economia gerada nos permitirá investir em várias áreas para melhorar a vida da população”, avalia o Prefeito Vinicius Claussen.

O pregão é uma modalidade de aquisição pública em que o fornecedor se vê obrigado a baixar cada vez mais o preço do produto ou serviço oferecido ao poder público. Os representantes dos fornecedores dão lances e vence quem oferecer o menor preço.

“Isso é possível porque a gestão pública mostra a eles que consultou o mercado, antes do leilão, e constatou a existência de ofertas melhores. Com isso, eles são obrigados a jogar os preços cada vez mais para baixo, o que gera significativa economia para os cofres públicos. E com o pregão eletrônico, os interessados não têm despesas com deslocamento, já que a modalidade de licitação é feita à distância em sessão pública, através de um sistema que facilita a comunicação através da internet, o que aumenta a concorrência”, explica Lucas Pacheco, secretário Municipal de Administração.

Confira o Decreto Municipal 5.334/2020 neste link