Dono de cavalos soltos no Soberbo é advertido pela Coordenadoria de Proteção e Bem-estar Animal

Denúncias devem ser feitas à Guarda Municipal 

Nesta segunda-feira, 11, equipes da COPBEA – Coordenadoria de Proteção e Bem-estar Animal, da fiscalização da Secretaria de Meio Ambiente e da Guarda Civil Municipal estiveram em trecho da Avenida Rotariana, no Soberbo, atendendo à denúncia de dois cavalos soltos na beira da pista. Por ser área de abrangência da Concessionária Rio-Teresópolis, a ação também envolveu equipe da CRT.

 “O proprietário dos cavalos compareceu ao local e disse que os animais ficam em local adequado. Como trabalha à noite, ele acha que os bichos foram soltos pela garotada do bairro onde mora. O dono foi notificado e informado que, em caso de reincidência, será multado e terá os animais apreendidos. Com isso, a equipe da concessionária cancelou a vinda do seu veículo de recolhimento a Teresópolis”, relatou Jackson Muci, coordenador da COPBEA.

 A equipe da CRT registrou a ocorrência e advertiu o proprietário que ele será responsabilizado, caso ocorra algum acidente de trânsito envolvendo os cavalos.

 “Informo à população que denúncias de cavalos e outros animais de grande porte perambulando em via pública devem ser feitas à Guarda Civil Municipal. A GCM nos aciona e a COPBEA, junto com a fiscalização do Meio Ambiente, comparecem ao local para identificar e notificar o proprietário e recolher o animal”, esclareceu Jackson Muci.

 O telefone da Guarda Civil Municipal é (21) 3642-8299. 

Percorrendo os bairros

Na última quinta-feira, 7, moradores dos bairros Cascata do Imbuí, Posse, Córrego do Príncipe e região que possuem bois e cavalos receberam a visita das equipes da COPBEA, da fiscalização da Secretaria de Meio Ambiente e da Guarda Civil Municipal.

 “Em breve, iremos aos bairros do Alto, Granja Guarani, Caxangá, Santa Cecília, Quarenta Casas, Fátima, Araras e região fazendo esse trabalho preventivo. Os proprietários serão advertidos que os animais devem ser mantidos presos, para evitar que perambulem pelas ruas e causem acidentes de trânsito, colocando em risco a vida de condutores de veículos e de pedestres. Caso o problema persista, em breve, bovinos e eqüinos serão recolhidos e enviados para currais públicos fora do município”, alertou o coordenador da COPBEA.

 A ação também atende reclamações feitas na Ouvidoria Geral da Prefeitura por moradores de vários bairros. “Já vínhamos fazendo essas notificações formalmente, mas realizamos essa ação de hoje para alertar os proprietários que estão infringindo a lei e que poderão ter seus animais apreendidos. É um trabalho de conscientização. Esperamos que, com isso, diminua a incidência desses animais soltos nas ruas. Faremos esse trabalho em vários pontos da cidade”, finalizou Jackson Muci.

Fechar Menu
Skip to content