Defesa Civil sinaliza espaços selecionados como pontos de apoio na Coreia

Depois de sinalizar, em fevereiro, o acesso aos pontos de apoio em 9 bairros da cidade, equipe da Defesa Civil de Teresópolis começou o mês de março instalando placas de identificação nos espaços selecionados para funcionar como pontos de apoio. São locais que atuarão como alojamentos temporários para moradores de áreas de risco que, por ventura, ficarem desabrigados em decorrência de uma chuva muito forte.

O trabalho começou pela Coreia, onde uma igreja do bairro recebeu a identificação. “Esta é mais uma ação preventiva para que, em caso de necessidade, a população saiba para onde se dirigir até a chegada do socorro”, explica o coronel Flavio Castro, secretário municipal de Defesa Civil. 

Os pontos de apoio são operados por voluntários dos Núcleos de Defesa Civil Comunitária (NUDECs) que residem na própria comunidade, e gerenciados pela Defesa Civil. Essas pessoas têm a chave do ponto de apoio e, seja durante o dia ou à noite, elas abrem o espaço para acolher as pessoas em casos de emergência.

Atualmente, Teresópolis tem 25 NUDECs, na cidade e no interior, que contam com mais de 800 voluntários treinados.

Foto: Divulgação

Fechar Menu
Skip to content