Copa Pitbull de Jiu-jítsu reúne 500 lutadores no Pedrão

Copa Pitbull de Jiu-jítsu reúne 500 lutadores no Pedrão

Realizada com sucesso neste fim de semana, a I Copa Pitbull de Jiu-jítsu reuniu cerca de 500 atletas no Ginásio Pedrão. Lutadores de Teresópolis, Petrópolis, Nova Friburgo, São José do Vale do Rio Preto, Guapimirim, Duque de Caxias, Rio de Janeiro e do Espírito Santo competiram em todas as categorias, pesos, faixas e idade.

O evento teve o apoio da Secretaria de Esportes e Lazer, que vem incentivando a prática esportiva. “Em 10 meses realizamos 10 eventos de jiu-jítsu, e outros estão por vir. Apoiamos todas as modalidades esportivas. Hoje a secretaria tem escolinhas de jiu-jítsu e de caratê, vamos iniciar com o taekwon-do e ano que vem teremos natação e capoeira. Agradeço aos mestres de todas as modalidades que estão acreditando na nossa administração”, assinalou o secretário de Esportes, Luiz Otavio Oliveira.

Promovida pelo Clube Pitbull de Jiu-jítsu, a competição levou o público ao Ginásio Pedrão. “Tivemos o apoio da Secretaria de Esportes, que está trabalhando para resgatar Teresópolis como celeiro do jiu-jítsu. Daqui sempre saíram os melhores lutadores, como o mestre Bitta, que está em Dubai. E nós vamos fazer esse resgate, com o apoio do Governo”, comentou Tony Orfali, um dos organizadores da Copa Pitbull de Jiu-jítsu.

Para o organizador Roger Takayas, a realização de eventos na cidade facilita o acesso dos lutadores às competições. “Às vezes o atleta não tem condição de sair daqui para lutar fora da cidade, pois a maioria das competições é organizada fora de Teresópolis. Por isso, abraçamos essa causa. Estamos com projeto de organizar cinco campeonatos no ano que vem”, antecipou.

Para segurança dos participantes, equipe de socorristas do Grupamento de Resgate Anjos da Vida de Teresópolis fez plantão nos dois dias do torneio.

Talentos

No sábado, 19, os lutadores da categoria mirim e juvenil mostraram disposição no tatame. Entre eles, o faixa cinza Lukas Costa, de 7 anos. Ele disse que ama participar de competições porque conquista medalhas e faz amigos. Para ele, todas as crianças deveriam praticar jiu-jítsu, pois “é um esporte que faz a proteção ficar mais segura”, disse.

Os pais ficaram orgulhosos da atuação dos filhos. Como o faixa branca Bernardo Lacerda, 5 anos, de Petrópolis, que conquistou a medalha de Ouro. “É felicidade total, fruto de um trabalho que temos feito ao longo de três anos com a garotada do projeto social Lutando pela Comunidade. Já temos um bom resultado, meu filho campeão”, vibrou Marcos Antonio dos Santos, pai e professor de Bernardo.

De Teresópolis, o faixa preta Jackson Douglas Rodrigues inscreveu os filhos Davi, 4 anos, e Pedro, 11 anos, na competição.  “Os pais sempre esperam que os filhos se dediquem na escola, no esporte, para serem bons garotos na vida. Os pais que puderem, incentivem os seus filhos nos esporte, é a melhor coisa”, aconselhou.

Pai de Kaio Lukka, 4 anos, o faixa roxa Felipe dos Anjos, da Academia Carlson Gracie, já percebeu o resultado da prática esportiva no comportamento do filho. “Ajuda no crescimento dele, na disciplina, ele tem aprendido muito. Na escola ele era muito tímido, e a professora disse que viu uma grande diferença no desenvolvimento dele. Com certeza é devido ao jiu-jítsu”, opinou.

Para Marcelo Maluf, um dos colaboradores do evento, quanto mais cedo o contato com uma atividade esportiva, melhor. “A importância disso é poder educar a criança, porque além da aula ela aprende a ter uma postura boa, ter responsabilidade na vida, e também pratica um esporte, o que é muito legal”, destacou.

No domingo, dia 20, foi a vez dos competidores da categoria adulto mostrarem técnica e preparação nos combates. Rogério Júnior, da Academia Top Brother, de Duque de Caxias, levou a medalha de Ouro. “Fiquei lisonjeado em competir nesse evento, a rapaziada foi super amiga. Vim para ganhar, e ganhei”, vibrou.

Vitor Hugo Oliveira, da academia Davi Fidelis, de Teresópolis, aprovou a competição. “Estou sempre participando e hoje eu lutei uma categoria acima da minha, para ver como me sairia. E foi excelente”, comemorou.

Fotos – crédito AscomPMT

Comente:

Fechar Menu
%d blogueiros gostam disto: