‘Como o MEI pode ser um fornecedor da Prefeitura de Teresópolis’ é tema de capacitação

‘Como o MEI pode ser um fornecedor da Prefeitura de Teresópolis’ é tema de capacitação

Microempreendedor de Teresópolis venceu licitação e vai fornecer troféus e medalhas para os Jogos Estudantis de Teresópolis

Teresópolis, 5 de setembro de 2019 – Microempreendedores Individuais (MEI) que atuam na prestação de serviços de diversas áreas participaram, nesta terça, 3, no Espaço do Empreendedor, na Prefeitura, do workshop ‘Como o MEI pode ser um fornecedor para a Prefeitura de Teresópolis’. 

A capacitação é extremamente recomendada para todos que desejam conhecer o processo de compras municipal e os benefícios que a Lei Geral apresenta para os Pequenos Negócios, tanto para prestadores de serviços quanto para fornecedores de materiais.

Sergio Epifânio é MEI no segmento de peças personalizadas, entre elas, troféus e medalhas. O microempresário integrou a primeira turma de capacitação voltada para o tema. “Eu cheguei ao curso meio descrente, mas com as explicações claras e coerentes transmitidas pelo Lucas Guimarães, fiquei muito motivado e decidi participar das licitações. Concorremos com diversas empresas do Brasil e ganhamos, de forma honesta, o direito de fornecer troféus e medalhas para os Jogos Estudantis. Recomendo a todos os microempresários da cidade a participar ativamente!”.

A capacitação é realizada em parceria com o Espaço do Empreendedor.  A ação faz parte do Núcleo Estratégico Operacional, do eixo de compras públicas e integra o programa ‘Cidade Empreendedora’, do SEBRAE-RJ, do qual a Prefeitura de Teresópolis faz parte.

“O nosso objetivo é potencializar a participação dos pequenos negócios, em especial do MEI, nas aquisições e contratações do Município”, destacou o secretário de Administração, Lucas Guimarães, que ministrou o workshop.

Lucas Guimarães frisou que a orientação do Prefeito Vinicius Claussen é incentivar o circulo virtuoso da compra governamental, ou seja, o Município compra de empresas da cidade, o que gera mais empregos e renda, melhorando o faturamento desses microempreendedores e a arrecadação municipal. Consequentemente, melhora a prestação de serviços à população.

Como o MEI pode ser um fornecedor para a Prefeitura

Fornecer produtos e serviços para a administração pública pode ser uma boa oportunidade de negócios, emprego e renda. Com foco no MEI (microempreendedores individuais), foram abordados os seguintes temas no workshop: processos licitatórios que serão realizados no próximo período; como esse empresário pode se cadastrar através do site da Prefeitura, feita a inclusão no Whatsapp da Secretaria de Administração/Licitação; como obter os documentos necessários para concorrer nas licitações; o que é um edital e sua constituição; e os benefícios da Lei Complementar Federal 123, que estabelece normas gerais relativas ao tratamento diferenciado para microempresas e empresas de pequeno porte.

Para o microempreendedor Rodrigo Souza o workshop foi esclarecedor. “Gostei muito de participar do workshop. O Lucas passou as informações de forma didática, fácil de entender. Tiramos várias dúvidas sobre como concorrer numa licitação para prestar serviços para órgão público. Muitos microempreendedores não tinham essas informações, por isso, não participavam das licitações, ficavam receosos com relações às outras empresas. Mas a lei protege o MEI e o coloca em situação de igualdade na concorrência. Isso é muito bom. Incentiva a gente, abre possibilidades!”.  

Foto: Divulgação

Fechar Menu
Skip to content
%d blogueiros gostam disto: