Centro de Diálise equipado é visitado por pacientes renais

Centro de Diálise equipado é visitado por pacientes renais

Clínica aguarda vistoria da Vigilância Sanitária Estadual e habilitação do Ministério da Saúde

Totalmente equipado, e com estrutura necessária para funcionamento, o Centro de Diálise, na Tijuca, foi visitado nesta terça-feira, 19, por pacientes renais e familiares, a convite do Governo Municipal. Acompanharam representantes da Prefeitura e da Renal Assistência Médica, contratada por licitação para gerir a unidade.

O Secretário de Saúde, Julio Cesar Ambrosio, comentou sobre a mobilização do governo para agilizar os procedimentos para que a clínica seja aberta. “O nosso objetivo é mostrar para a população e, principalmente para os pacientes, que estamos avançando. Concluímos a licitação. Convocamos a empresa vencedora, que instalou os equipamentos e contratou os funcionários para o centro, e agilizamos tudo o que faltava para a montagem da clínica. E hoje ver a satisfação nos olhos desses pacientes é gratificante”.

Oziel Alves é transplantado, mas acompanha a luta dos pacientes para que o tratamento volte a ser feito em Teresópolis. “É uma grande vitória para todos nós. Esperamos que esteja tudo de acordo para que todos possam fazer a hemodiálise aqui o mais rápido possível”. Morador da Tijuca, José de Souza Manso, de 80 anos, ficou feliz ao saber que em breve estará sendo atendido perto de casa. “Muito bom. Melhor do que isso não existe. Em 10 minutos estarei aqui. Não vou precisar viajar horas para fazer a hemodiálise”.

Foi solicitada vistoria da Vigilância Sanitária Estadual e será requisitada habilitação do serviço junto ao Ministério da Saúde, para que comece a funcionar.  “Vamos nos reunir com o deputado federal Simão Sessim para que ele interceda pelo município junto ao Ministério da Saúde para acelerar a habilitação da clínica”, explicou o Secretário de Ciência e Tecnologia, Raphael Teixeira.

Responsável técnico pela clínica, Dr. Virgílio Delgado explicou que o centro vai oferecer atendimento de qualidade e humanizado. “Além do tratamento de hemodiálise, os pacientes passarão por consultas periódicas com médicos, enfermeiros, psicólogos, assistentes sociais e nutricionistas. Não poupamos esforços para preparar a clínica com o que há de melhor em termos de equipamentos e também de profissionais. Todos podem ter certeza de que serão muito bem tratados, com muito carinho”.

Fotos: AscomPMT

Comente:

Fechar Menu
%d blogueiros gostam disto: