Casa da memória é reaberta ao público pela Secretaria de Cultura

Casa da memória é reaberta ao público pela Secretaria de Cultura
Espaços de visitação da Casa da Memória Arthur Dalmasso, no Centro

Casarão oferece exposições de fotos, quadros e objetos antigos, além de pesquisa digitalizada

Após passar por uma reestruturação, a Casa da Memória Arthur Dalmasso, localizada na Praça Baltazar da Silveira, na Várzea, foi reaberta nesta sexta-feira, 4, com três exposições de fotos, documentos e peças históricas, além de pinturas do acervo iconográfico de artistas teresopolitanos.

No local, além das mostras e dos espaços de visitação, incluindo as salas de pesquisa digitalizada, de objetos antigos e da linha do tempo, vai funcionar também o setor de patrimônio histórico com digitalização e restauração de documentos e fotos, além de pesquisa. Visitantes podem ainda usufruir da beleza do prédio através da sua arquitetura da década de 20.

Para o Secretário de Cultura, Elias Martins, o casarão é, além de tudo, um atrativo para os turistas. “Este é um casarão da década de 20 que atrai muitos turistas sempre querendo tirar foto e conhecer o seu interior. Por isso é importante mantermos todo o acervo bem guardado e cuidado”, comentou. Elias aproveitou a ocasião para agradecer o paisagista Carlos Botelho que contribuiu com a renovação da Casa da Memória, doando mudas de flores para o jardim.

Prestigiando a reabertura do espaço, a atriz e professora Janete Albuquerque falou da importância do museu. “Acho essa casa de suma importância porque a memória é um fator de identidade e a identidade faz brotar o amor pela cidade. Então se você conhece a história da cidade, conhece as pessoas que participaram do processo de construção dela, você tem referências. Eu recomendo”.

A educadora Cristina Lídia também concorda: “Precisamos ter conhecimento do passado, saber de onde viemos para saber o que queremos. E ter a compreensão do que se passou ajuda a repensar os valores de hoje”, disse.

A Secretaria de Cultura vem mantendo contato com o INEPAC (Instituto Estadual do Patrimônio Cultural) a fim de definir o projeto final de recuperação do prédio, para que seja desenvolvido, junto à iniciativa privada, uma parceria através de patrocínio envolvendo as leis de incentivo.

Localizada na Praça da Matriz de Santa Teresa, no Centro, A Casa de Memória funcionará de terça a sábado, das 10 às 16h para visitação. O setor administrativo da Secretaria de Cultura funciona a partir de agora no 3º andar do prédio da Prefeitura Municipal, localizado na Avenida Feliciano Sodré, nº 675, com atendimento  das 9h às 18h.

Texto: Gisele Barreto
Fotos: Marcelo Roza

Fechar Menu
%d blogueiros gostam disto: