CÂMARAS TÉCNICAS DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL E DE SANEAMENTO BÁSICO APRESENTAM PROJETOS PARA O MUNICÍPIO

CÂMARAS TÉCNICAS DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL E DE SANEAMENTO BÁSICO APRESENTAM PROJETOS PARA O MUNICÍPIO
Raimundo Lopes, secretário de Meio Ambiente e presidente do Comdema, frisa a importância da presença dos conselheiros nas reuniões

A reunião ordinária do COMDEMA (Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente), que aconteceria nesta segunda (3/12), não teve quórum. Entretanto, em consideração à presença de parte dos conselheiros e ao trabalho dos integrantes das Câmaras Técnicas (CT) de Educação Ambiental e de Saneamento Básico, foram apresentados resumos dos projetos relacionados às referidas CT’s.

“De acordo com o Regimento Interno do Conselho, para que a reunião aconteça é preciso a presença de 12 conselheiros, sejam eles titulares ou suplentes. Por isso, reforço a importância da participação dos conselheiros nas reuniões, onde viabilizamos diversos projetos relevantes para o desenvolvimento do município no geral e, em especial, no que se refere ao meio ambiente”, frisou Raimundo Lopes, secretário de Meio Ambiente e presidente do Conselho, ressaltando que a próxima reunião do COMDEMA está agendada para 14 de janeiro de 2019, em local e horário a serem definidos.

Educação Ambiental

De acordo com a coordenação da Câmara Técnica de Educação Ambiental, desde que o trabalho foi retomado, foram feitas quatro reuniões. Na primeira, de acordo com o Regimento Interno do COMDEMA, foi feito um estudo sobre com seria a atuação da CT, calendário de atividades, projetos, etc.

Com base nessa análise, ficou decidido que seriam elaborados dois pré-projetos para serem apresentados na Secretaria de Educação para serem implantados em 2019. Conforme a coordenação, os pré-projetos foram muito bem recebidos na reunião realizada com o setor pedagógico da Secretaria de Educação. A CT tem como meta contemplar, em cada um desses projetos, oito escolas municipais em 2019.

Um projeto está relacionado à visitação à sede do Parque Natural Municipal Montanhas de Teresópolis, em Santa Rita, no 2º Distrito. O outro está ligado ao incentivo à implantação de hortas nas escolas. Ambas as iniciativas têm como objetivo valorizar as atividades de educação ambiental, atendendo estudantes e professores.

A Câmara Técnica de Educação Ambiental é composta pela seguinte representação: Corpo de Bombeiros; secretarias municipais de Educação, de Segurança Pública e de Meio Ambiente; UERJ (Universidade Estadual do Rio de Janeiro); e FESO (Fundação Serra dos Órgãos).

Saneamento Básico

A CT de Saneamento Básico também realizou quatro reuniões até o momento. O trabalho tem como base o Plano Municipal de Saneamento Básico de Teresópolis, produzido há cerca de seis anos. Os integrantes estão realizando um estudo sobre o andamento dos trabalhos desse plano.

Durante a apresentação, foi esclarecido que o plano municipal, feito com audiência pública e aprovado pelo Legislativo, deve ser cumprido. A CT de Saneamento Básico trabalha para que tal objetivo seja alcançado e que a população seja beneficiada com serviços de água, esgoto e saneamento de qualidade.

A CT de Saneamento Básico é formada pelas seguintes representações: Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social; Reserva Particular Patrimônio Natural Suspiro (RPPN); Associação de Moradores e Amigos de Quebra Frascos; FESO; e sociedade civil (Eliane Fraga).

Foto: Jorge Maravilha

Fechar Menu
Skip to content
%d blogueiros gostam disto: