Audiência pública reúne população e poder público em debate sobre Habitação de Interesse Social

Audiência pública reúne população e poder público em debate sobre Habitação de Interesse Social

Um evento produtivo. Assim o presidente do Conselho Municipal da Cidade, Raimundo Lopes, classificou a audiência pública realizada no último sábado (13) sobre Habitação de Interesse Social. Participaram conselheiros, representantes de órgãos públicos, entidades do setor de habitação e de associação de moradores, entre outras instituições.

“Foi um evento positivo, com uma representatividade significativa de setores diferentes e de representante do Legislativo. Foram colocados temas pertinentes e feitas perguntas de esclarecimento sobre o funcionamento desse sistema. Será feita uma ata, apontando as sugestões dadas e que serão encaminhadas aos setores pertinentes. Alguns temas poderão ser trazidos para debate no próprio Conselho, outros seguirão para as secretarias correspondentes, ao gabinete do Prefeito Vinicius Claussen e também para a Câmara de Vereadores”, explicou Raimundo Lopes.

Presidente do Sindicato da Indústria da Construção Civil de Teresópolis e conselheiro, Luciano Savatone abriu a audiência pública explicando como funciona a Habitação de Interesse Social. Esse é um tipo de moradia destinada à população cujo nível de renda dificulta, ou impede o acesso à casa própria através dos mecanismos normais do mercado imobiliário. Entretanto, atualmente existem várias faixas salariais que também são contempladas pelo sistema, cada uma com suas normas.

“Várias reuniões do Conselho da Cidade deixaram de acontecer por falta de quórum. E num sábado, as pessoas comparecerem para tratar de um tema que é de interesse de todos, é gratificante para o Conselho. Nunca vimos uma platéia tão cheia. Precisamos que esse pessoal participe também das reuniões do Conselho da Cidade, colocando suas opiniões e dando sua contribuição”, avaliou.

Para Raimundo Lopes, a audiência pública foi um ponto de partida. “Não temos todas as soluções e respostas. Estamos começando a discussão e a participação popular é fundamental para a continuidade dos trabalhos”, finalizou.

As reuniões do Conselho da Cidade são mensais, acontecem na última quinta-feira do mês, às 16h, geralmente na Prefeitura. Qualquer pessoa pode participar.

Criado pela Lei Municipal n° 3.392/2015, o Conselho da Cidade é vinculado à Secretaria Municipal de Planejamento e Projetos Especiais. Tem funções consultivas, deliberativas e fiscalizadoras, e entre suas atribuições está a de assessorar o Poder Executivo no estabelecimento de prioridades quanto à realização de projetos de interesse para o desenvolvimento sustentável de Teresópolis.

Foto: Jorge Maravilha

Fechar Menu
Skip to content
%d blogueiros gostam disto: