Artesãos aprendem a divulgar e vender sua produção em curso gratuito da Cultura sobre mídias sociais

Artesãos aprendem a divulgar e vender sua produção em curso gratuito da Cultura sobre mídias sociais

Para que os artesãos de Teresópolis possam aproveitar o potencial das redes sociais para a divulgação e venda de produtos, a Secretaria de Cultura de Teresópolis fez parceria com a Nobis Consultoria de Marketing Digital e ofereceu um curso gratuito intensivo, ensinando o uso do Facebook AD e do Instagram Marketing. Resultado: artesãos motivados em aprender e satisfeitos em contar com importantes ferramentas gratuitas para promover seus negócios.

“Identificamos que Teresópolis é uma cidade movida pelo artesanato. Como consultora de marketing, ofereci o curso à Secretaria de Cultura para alavancar a atividade. Achei legal apresentar essas ferramentas para expandir esse mercado. Tivemos muito bom aproveitamento”, avaliou Ana Carolina Marins, consultora de marketing digital e instrutora do workshop.

Foram dois dias de curso, na Casa de Cultura Adolpho Bloch, em Araras, com supervisão de Fátima Cunha, Coordenadora de Feiras Temáticas de Artesanato, da Secretaria de Cultura. “A instrutora viu que Teresópolis é a segunda cidade do estado do Rio de Janeiro com o maior número de artesãos e achou legal fazer a parceria com a Cultura. É uma alavanca para ajudá-los na venda da produção artesanal”, opinou.

Trabalhando com decoração de festas e de quartos de bebê e com encadernação manual, a artesã Fernanda Rosa Felício se interessou pelo curso. “Muito boa essa iniciativa da Prefeitura em colaborar com os artesãos de Teresópolis. Sempre tem conteúdo pra aprender. As redes sociais são veículos de venda muito bons, pra quem sabe utilizar. É bom para que as pessoas conheçam os trabalhos dos artesãos de Teresópolis”.

Desde agosto de 2018, a Gestão Municipal mantém contato com os profissionais deste importante setor produtivo da economia de Teresópolis. Foram ouvidas as principais lideranças e cadastrados cerca de 400 artesãos. A proposta é valorizar a produção artesanal de qualidade no município, gerando e impulsionando oportunidades de negócios e renda.

“Com esta parceria criamos uma corrente do bem, uma troca de serviços para promover os artesãos da nossa cidade e sua produção de alta qualidade. Queremos colaborar com a classe. E essa contribuição inclui a realização de sete feiras temáticas ao longo do ano, o calendário será divulgado em breve”, finalizou Cléo Jordão, Secretária Municipal de Cultura e de Turismo.

Fotos: Jorge Maravilha

Fechar Menu
Skip to content
%d blogueiros gostam disto: