50 anos de teatro: Cultura parabeniza Edinar Corradini que, há 5 décadas, interpreta a personagem Emília

São 50 anos dedicados ao teatro em Teresópolis e, aos 83 anos de idade, Edinar Corradini continua em plena atividade. Desde 1970, a professora, atriz e fundadora da Cia Teatral Fantasia encanta o público interpretando a personagem ‘Emília’, que sai das páginas do livro ‘Sítio do Picapau Amarelo’, de Monteiro Lobato, direto para as escolas, espaços culturais e praças, com mensagens educativas para crianças e adultos. Como reconhecimento por seu trabalho, a Câmara Municipal de Teresópolis lhe concedeu o título de Primeira Dama do Teatro (Mapa de Cultura / Secretaria de Estado de Cultura).

“É uma vida dedicada ao teatro, garantindo diversão educativa, conscientização ambiental e muita alegria aos públicos adulto e infantil. Parabéns, Edinar Corradini, e obrigada por sua contribuição à cultura em Teresópolis, felicita Cléo Jordão, secretária municipal de Cultura.

Além de Teresópolis, Petrópolis, São José do Vale do Rio Preto e Rio das Ostras, no estado do Rio de Janeiro, a performance adaptada da espevitada ‘Emília’ feita por Edinar Corradini já chegou a Oslo, na Noruega.

A atriz relembra a sua trajetória. “Eu me formei professora em 1972 e me tornei contadora de histórias em 1979 e, naquela época, não havia teatro infantil no município. No mesmo ano fundei a Companhia Teatral Fantasia. A personagem marcante dos meus 50 anos de carreira é a Emília. Já fiz muitas histórias de Monteiro Lobato e agora adapto textos para essa boneca atrevida, muito querida e que sempre deixa uma mensagem educativa para o público. A mais atual é uma conscientização sobre a pandemia de Covid-19”, relata Edinar Corradini, caracterizada da famosa personagem do livro ‘Sítio do Picapau Amarelo’.

Foto: Sidney Pontes