16 bairros são atendidos pelo Programa ‘Gari Comunitário’

Prefeito Vinicius Claussen recebe os novos garis e presidentes de associações nesta quinta (5) para assinatura do termo de cooperação 

Implantado em outubro de 2019, o programa ‘Gari Comunitário’ já atende a 16 bairros, na cidade e no interior. Iniciativa da Prefeitura, através da Ouvidoria Geral e da Secretaria de Serviços Públicos/Parques e Jardins, o programa é realizado em parceria com as associações de moradores, para intensificar a manutenção da limpeza nas comunidades.

 Além dos 12 bairros já atendidos, nesta quinta-feira, 5 de março, foram assinados os termos de acordo de cooperação formalizando a instalação do programa na Granja Guarani, Parque do Imbuí , Vale dos Cedrinhos e Imbiú. O Ouvidor Geral, Leonardo Manso, e a Subsecretária de Parques e Jardins, Nane Rezende, acompanharam o encontro, realizado pelo Prefeito Vinicius Claussen no gabinete.

 “A nossa meta é instalar o programa em 30 bairros”, pontuou o Prefeito Vinicius Claussen. “Os garis comunitários são selecionados pelas associações de moradores, moram e conhecem o dia a dia dos seus bairros e zelam pela capina, varrição e limpeza de bueiros. Eles têm todo apoio da Ouvidoria e da Subsecretaria de Parques e Jardins. É uma aproximação importante com os presidentes de associações de moradores e que fortalece a zeladoria dos bairros, com mais qualidade de vida para todos”, acrescentou o Prefeito.

 Até o momento, são contemplados Cascata dos Amores, Granja Guarani, Meudon, Parque do Imbuí, Posse, Quebra Frascos, Quinta Lebrão, Santa Cecília, Vale dos Cedrinhos e Vale da Revolta, na zona urbana, e Andradas, Água Quente, Fazenda Suíça, Imbiú, Santa Rita e Vargem Grande, na área rural.

 Para receber o ‘Gari Comunitário’, as associações de moradores devem ser legalmente constituídas, estar com a documentação em dia e se habilitar através de chamada pública (http://bit.ly/chamada-ass-moradores), publicada no Diário Oficial Eletrônico do dia 2 de setembro. Os documentos solicitados devem ser entregues na Ouvidoria Geral, no 1º piso do Centro Administrativo Municipal Manoel Freitas – prédio do antigo Fórum (Av. Lúcio Meira, 375/sala 101, na Várzea). O atendimento acontece de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h.

Aprovação

Líderes comunitários e garis comunitários consideram o programa positivo, tanto pela questão da conservação da limpeza, quanto pela oportunidade de renda. “A ideia é muito boa, porque a gerência é de quem vive as necessidades do bairro”, comentou Daniel Varriol, presidente da Associação de Moradores do Vale dos Cedrinhos. “E ajuda a gente a desenvolver um bom trabalho na comunidade”, acrescentou o gari comunitário Daniel Rocha.

 “O prefeito está valorizando as associações de moradores e dando oportunidade de trabalho”, opinou o líder comunitário Manoel Gonçalves, de Imbiú. “Espero o engajamento dos moradores com o responsável pela conservação”, comentou o gari comunitário Angelo José Barbosa.

 “Pra mim, o mais interessante desse programa é que ele contribui para despertar a sensação de pertencimento da população, que passa a colaborar com a limpeza do lugar onde vive”, destacou Ruth Ferreira, presidente da associação de moradores do Parque do Imbuí. “Sempre procurei manter a minha rua organizada e agora, como gari comunitário, vou me dedicar ainda mais à manutenção do lugar onde vivo”, disse o gari comunitário Luiz Antonio Amorim.

 “Esse programa é muito útil, vai dar outra aparência e organização pra Granja Guarani. Parabenizo o Prefeito Vinicius Claussen pela iniciativa”, falou o líder comunitário Marcelo Hyath, acompanhado por Daniel Teles, diretor da associação de moradores. “Bom projeto, pois dá oportunidade de trabalho no próprio bairro onde moro”, finalizou o gari comunitário Roberto Luiz dos Santos Leal.

Fotos: AscomPMT