Teresópolis lidera ranking regional na contratação de trabalhadores em 2018

Teresópolis lidera ranking regional na contratação de trabalhadores em 2018

Segundo Caged, do Ministério do Trabalho, número de empregos formais passou de 32.660, em 2017, para 34.162 em 2018 na cidade

Teresópolis é destaque regional na contratação formal de trabalhadores em 2018. De acordo com dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), vinculado ao Ministério do Trabalho, 1.502 pessoas foram admitidas entre os meses de janeiro e outubro deste ano. Assim, o número de empregos formais passou de 32.660, em 2017, para 34.162, em 2018.

Esse número coloca a cidade em primeiro lugar no quesito ‘Saldo de Emprego Formal’, comparando-se os três principais municípios da Região Serrana (Teresópolis, Petrópolis e Nova Friburgo) no ranking de admissão de profissionais no mercado de trabalho.

Esse resultado se deve também à atuação do SINE Teresópolis que, nesta gestão, assumiu a postura de ir ao encontro das empresas para buscar vagas para colocar no sistema. Até esta quarta-feira (19), foram disponibilizadas 1.020 vagas de emprego através do SINE, com a contratação de 900 profissionais encaminhados pelo serviço.

Sine Teresópolis

O Sistema Nacional de Emprego (Sine), posto de Teresópolis, vinculado à Secretaria Municipal de Trabalho, Emprego e Economia Solidária, também faz um importante trabalho na cidade, tanto na captação de vagas junto às empresas.

Para concorrer a uma das vagas basta procurar o Sine, levando carteira de identidade, CPF e carteira de trabalho. O banco de empregos também orienta sobre Seguro-Desemprego, entre outros assuntos. Durante 2018, 12.610 pessoas foram atendidas no local.

Contratação de pessoas com deficiência

Outro dado que confirma essa estatística é que Teresópolis aumentou em 43% o número de Pessoas com Deficiência (PCDs) inseridas no mercado de trabalho. Em 2017, eram 182 contratados pelas empresas e, em 2018, 260 funcionários foram admitidos.

Essas informações fazem parte do relatório anual do projeto ‘Inclusão de Pessoas com Deficiência no Mercado de Trabalho’, coordenado pela doutora em Sistemas de Gestão Sustentáveis, pela Universidade Federal Fluminense (UFF), Josely Nunes Villela. Vinculado à Universidade Estácio de Sá, o projeto está em seu terceiro ano consecutivo e engloba a participação das 15 maiores empresas do município.

Caged

O Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) foi criado como registro permanente de admissões e dispensa de empregados, sob o regime da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). É utilizado pelo Programa de Seguro-Desemprego para conferir os dados referentes aos vínculos trabalhistas, além de outros programas sociais.

O Caged serve, ainda, como base para a elaboração de estudos, pesquisas, projetos e programas ligados ao mercado de trabalho, ao mesmo tempo em que subsidia a tomada de decisões para ações governamentais.

Serviço

SINE TERESÓPOLIS
Av. Lúcio Meira, 375, sala 104, na Várzea (antigo Fórum).
Atendimento: segunda a sexta-feira, das 8h30 às 12h e das 13h às 17h

Fechar Menu
Skip to content
%d blogueiros gostam disto: