Rodas de capoeira e cantigas infantis na Semana da Música (23 a 26/08)

Rodas de capoeira e cantigas infantis na Semana da Música (23 a 26/08)

Com atrações em homenagem a agosto (o “Mês do Folclore”), a Prefeitura apresenta a Semana da Música, do dia 23 a 26, na Calçada da Fama, sempre das 16h às 17h

Capoeira de Angola, cantigas de roda, “brinquedoteca”, música regional e de raiz farão parte, durante quatro tardes (das 16h às 17h, dos dias 23 a 26 de agosto), da Semana da Música na Calçada da Fama, no Centro de Teresópolis — uma realização da Prefeitura, através da Secretaria de Cultura. Isso se não aparecer um Bumba-Meu-Boi ou um “fake” do Saci Pererê em pleno palco montado na ponte sobre o Rio Paquequer.

Desta vez, o evento bimestral homenageia o Folclore Brasileiro — cujo mês é agosto — com uma turma experiente e talentosa. No dia 23, a Capoeira Angolinha vai botar o povo na roda, ao som do atabaque e do berimbau, além da cantoria, com exibição impecável do jogo-luta que é brasileiríssimo por adoção, mas com raízes tipicamente africanas. Bênçãos, negativas, gingas e pernadas vão movimentar a calçada popular da cidade mais segura do estado e uma das mais belas do país, segundo pesquisa de um site de Turismo.

No dia 24, a criançada vai se divertir com as cantigas de roda apresentadas pela atriz Jeanette Albuquerque, do Grupo Pirueta, um dos mais conhecidos e tradicionais de Teresópolis. Tente descobrir se a canoa vai virar ou se os escravos de Jó vão jogar caxangá… Tomara que o cravo faça as pazes com a rosa debaixo da mesma sacada!

A tarde de 25 de agosto será do performático Xando Pernambuco, que apresentará músicas de cocos, e também da animadora Bianca e sua sortida “brinquedoteca”. Mais uma vez, a meninada vai se esbaldar!

E, fechando a Semana da Música, um grupo seleto de “habituês” do Projeto “Cultura de Raiz” — que costuma se apresentar todo primeiro domingo de cada mês na Casa de Cultura Adolpho Bloch (em Araras, também conhecido como Bairro de Fátima) — vai tocar e cantar o Folclore Nordestino. Se haverá mulher rendeira ou “cabra” namorador, só indo lá para conferir. Se fôssemos vocês, nós iríamos…

Texto: Ney Reis / Sec. Cultura
Fotos: Sec. Cultura

Fechar Menu
Skip to content
%d blogueiros gostam disto: