A pedido da Prefeitura, Anatel vai aplicar prova dia 30, no município, para habilitar radioamadores

Representantes de instituições e agentes públicos convidados fazem capacitação e simulado nesta sexta, 17, na Prefeitura

Com o objetivo de ampliar a rede de comunicação para as situações de emergência e calamidade em Teresópolis, a Prefeitura, através da Secretaria de Ciência e Tecnologia, solicitou que a Agência Nacional de Telecomunicações (ANATEL) aplique, no município, a prova de habilitação de operadores de rádio de comunicação. O pedido conta com o apoio do Grupo de Radioamadores de Teresópolis (GRATE).

 A prova será aplicada pelos agentes da ANATEL no dia 30 de janeiro, na sede da FAETEC Teresópolis, instalada no Ciep Professor José Olympio (Rua Ulisses Ferreira Souza, 2, na Barra do Imbuí). Até então, a avaliação era feita em municípios vizinhos.

 A atividade de Radioamador é regulada por dispositivos legais através da Resolução n° 449/2006, da Agência Nacional de Telecomunicações. Tem como finalidade a ampliação de comunicação entre pessoas, para auxiliar os órgãos de segurança e proteção no atendimento à população nas situações de emergência e desastres.

Público e preparação para a prova

Devido ao número de vagas oferecidas, foram convidados 50 candidatos, entre representantes de organizações não governamentais que trabalham como voluntários auxiliando as forças públicas nas situações de emergência, além de agentes públicos da Defesa Civil, Guarda Civil Municipal e colaboradores da Secretaria de Desenvolvimento Social, entre outros servidores.

 Os candidatos convidados farão capacitação e teste simulado nesta sexta-feira, dia 17, promovido pelo Grupo de Radioamadores de Teresópolis e pela Secretaria de Ciência e Tecnologia. O local é o Teatro Municipal, localizado no 2º piso da Prefeitura (Av. Feliciano Sodré, 675, Várzea), das 15h às 18h.

 Os aprovados receberão carteira e certificado de habilitação com indicativos próprios, fornecidos pela ANATEL, para operarem estações de rádios fixas e móveis e estarão aptos a prestarem apoio na transmissão e recepção nas situações em que a informação imediata torna-se imprescindível para a pronta resposta nas situações de emergência e calamidades públicas.

Fechar Menu
Skip to content